Premier League pede que arbitragem revise decisões do VAR em jogos do Chelsea e Newcastle

(Reuters) - A Premier League pediu que o departamento de arbitragem do futebol inglês, o Comitê de Árbitros de Jogos Profissionais (PGMOL), revise as decisões feitas pelo assistente de vídeo (VAR) na vitória do Chelsea por 2 x 1 sobre o West Ham e no empate sem gols entre Newcastle e Crystal Palace, segundo reportagens da imprensa britânica neste domingo.

O Chelsea virou para vencer o West Ham em Stamford Bridge no sábado, após um gol de Maxwel Cornet para os visitantes, aos 45 minutos do segundo tempo, ser anulado com decisão do VAR que Jarrod Bowen cometeu falta no goleiro do Chelsea, Édouard Mendy.

No St. James Park, o Newcastle achou que havia aberto o placar, aos seis minutos da etapa final, com um gol contra de Tyrick Mitchell, mas ele foi anulado após uma revisão do VAR perceber que Joe Willock havia feito falta em Vicente Guaitá.

O técnico do West Ham, David Moyes, descreveu a decisão como “ridiculamente ruim”, e o treinador do Newcastle, Eddie Howe, disse que seu time teve um gol “perfeitamente legal” anulado.

(Reportagem de Manasi Pathak em Bengaluru)