Por que Santos precisa de um estádio novo?

O Santos tem hoje uma média de público de 12 mil pessoas no Brasileirão 2022 na Vila Belmiro, estádio que tem capacidade para 16 mil lugares. A taxa de ocupação é uma das maiores da Série A, mas o time tem uma arrecadação dez vezes menor do que a do Corinthians, por exemplo. Jorge Nicola comenta acima a reforma da Vila, que deve ser bancada pela WTorre, mesma empresa que fez o Allianz Parque.

O trecho acima é um corte do Segunda Bola, o podcast de esportes do Yahoo Brasil, que você pode ver na íntegra abaixo:

Segunda Bola #82 - Vale a pena construir novos estádios no Brasil?

Dois times paulistas, Corinthians e Palmeiras, são dois exemplos de geração de receita com estádios novos, mas principalmente de aumento de público médio com as novas arenas. A média que hoje podemos considerar pífia de Pacaembu e Palestra Itália durante duas décadas deixava até a dúvida se valia a pena construir um estádio novo para esses dois clubes. Porém, curiosamente eles aumentaram o preço do ingresso, o conforto e a média de público. Esse exemplo serve para todos os times? Alexandre Praetzel, Jorge Nicola e André Carbone discutem a situação dos estádios dos 20 times da Série A do Brasileirão e o fenômeno da arenização. Hoje, nove times da Série A jogam em estádios que foram construídos ou reformados para a Copa do Mundo de 2014. Além deles, dois times jogam em estádios que foram construídos neste século, Palmeiras e Botafogo. Os outros nove times jogam em estádio antigos, mas que recebem reformas periódicas.