Por que Mané e lateral recusaram cerveja em foto clássica do Bayern

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Está chegando a Oktoberfest. Com a aproximação da tradicional festa alemã, que em 2022 será realizada em Munique (ALE) entre 17 de setembro e 3 de outubro, o Bayern de Munique fez a clássica foto do elenco vestindo roupas formais para divulgar o evento.

Reforços para a temporada 2022/23, Matthijs de Ligt, Mathys Tel, Ryan Gravenberch, Sadio Mané e Noussair Mazraoui participaram pela primeira vez da sessão de fotos, feita em parceria com a Paulaner, cervejaria de Munique que fornece a bebida ao tradicional evento bávaro, patrocinadora do clube e está presente em quase todas as comemorações de títulos.

Depois do evento do último domingo (28), Mané e Noussair Mazraoui chamaram a atenção. O atacante e o lateral direito posaram para a foto sem o copo de cerveja na mão, destacando-se entre os jogadores.

A explicação para a dupla recusar a bebida é religiosa. Tanto o senegalês Mané como o marroquino Mazraoui são muçulmanos, e a religião proíbe o consumo de bebidas alcoólicas entre os praticantes.

Segundo o Alcorão, livro sagrado dos muçulmanos, é proibido o consumo de tudo que cause intoxicação ao corpo, uma vez que, para a religião, o mal causado (o pecado) é maior do que o bem.

Mané, ainda assim, participou do evento e foi uma das atrações. Principal reforço do clube para a temporada, o atacante celebrou o fato de estar em um evento tradicional do clube e vestir as calças de couro da Oktoberfest (conhecida por lederhosen).

"Conheço esta tradição desde o meu tempo em Salzburg [Red Bull]", disse Mané, ao site do Bayern. "Gosto de usar lederhosen porque, em geral, me interesso muito por diferentes culturas e suas tradições."