Polícia analisa morte de Leandro Lo e pede prisão do autor do crime

Leandro Lo venceu três lutas para faturar o GP dos Médios e 100 mil reais (Foto Dai Buenos / TATAME)


A morte de Leandro Lo vem gerando uma enorme comoção nas redes sociais e promete ganhar novos capítulos. De acordo com informação do "g1", a Polícia Civil pediu prisão preventiva do autor do crime.

+ Dia de ficar rico? Lembre escalações assustadoras do Vasco nos últimos anos

O canal "Combate" teve acesso ao boletim de ocorrência e informou que o policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo disparou o tiro. A Polícia Militar já iniciou uma investigação e espera solucionar o caso rapidamente.

+ Quem é Leandro Lo, lutador multicampeão que foi baleado e morto em São Paulo


O episódio aconteceu durante um show de pagode em São Paulo. Segundo testemunhas, Leandro e Henrique Otávio estavam discutindo logo antes da ação do policial. O lutador sofreu um tiro na cabeça e chegou a ser encaminhado para o Hospital Arthur Saboya, mas teve morte cerebral confirmada.

Octacampeão mundial de jiu-jítsu, Leandro Lo era considerado um dos principais lutadores brasileiros da atualidade e disputaria um campeonato nos Estados Unidos nos próximos dias. Muitos fãs do atletas lamentaram a morte e fizeram homenagens para Lo nas redes sociais. As autoridades seguem investigando o caso.