Pogba pagou 100 mil euros a grupo que o extorquia, diz fonte

Jogador Paul Pogba

PARIS (Reuters) - O meio-campista francês Paul Pogba foi alvo de extorsão por amigos de infância desde março e pagou 100 mil euros a esse grupo, disse uma fonte próxima à investigação à Reuters nesta quarta-feira.

Pogba divulgou um comunicado no domingo dizendo que é vítima de tentativas de extorsão e ameaças de uma gangue organizada e que autoridades na Itália e na França estão investigando o caso.

"Podemos confirmar a maioria dos detalhes (que surgiram na mídia francesa e na declaração de Pogba)", disse uma fonte próxima à investigação à Reuters nesta quarta-feira.

O promotor francês afirmou à Reuters na segunda-feira que as investigações foram confiadas à OCLCO, uma unidade da polícia judiciária encarregada de investigar o crime organizado.

Pogba, de 29 anos, sofreu uma lesão no joelho em um treino com a Juventus no mês passado. Ele optou por não fazer a cirurgia e realizar "terapia conservadora" para estar apto a jogar a Copa do Mundo do Catar a partir de 20 de novembro.

(Reportagem de Tassilo Hummel em Paris)