Pilhado detalha confusão com palmeirenses: 'Esse tipo de torcedor tem que deixar de ser idiota'

Torcedor do Palmeiras botou o dedo na cara de Thiago Asmar (Foto: Reprodução/Jovem Pan)


Um vídeo nos arredores do Allianz Parque envolvendo o youtuber Thiago Asmar, o 'Pilhado', viralizou nas redes sociais na última terça. Na ocasião, alguns torcedores xingaram o jornalista, que estava fazendo a cobertura da partida entre Palmeiras x Athletico Paranaense. Ao LANCE!, o repórter deu detalhes sobre a confusão.

+ Pilhado leva 'dedo na cara' no meio da torcida do Palmeiras: 'Você é mulambo'

- Eu estava ali há pelo menos uma hora e só tinha recebido carinho. Vários me elogiaram e estava muito maneiro o clima, até chegar um grupo de quatro torcedores. Começaram a xingar, disseram que eu tinha que sair, me chamaram de 'mulambo' e tudo mais - começou Pilhado.

- E como eu não me intimido fácil, respondi que estava ali fazendo meu trabalho. Alguns atrás me defenderam e tentaram controlar a situação. Aí veio esse cara de trás, que começou a botar o dedo na minha cara, me xingar demais. Falou 'cobertura é o c***', 'vai tomar no c*' - completou.

Após ser xingado e intimidado pelo pequeno grupo de torcedores, Pilhado respondeu e não deixou o local. Na sequência, outro grupo abraçou o jornalista e dispersou a confusão. Nas redes sociais, internautas aplaudiram a atitude do jornalista em rebater o torcedor.

+ Bruno Guimarães vibra com Athletico na final e brinca com sonho do Mundial: 'Negociando o empréstimo'

- Muita gente disse 'Parabéns, você não amarelou'. Ali não é questão de 'amarelar'. Eu não vou deixar que ninguém me impeça de fazer meu trabalho. Se ele quisesse me bater, a gente ia ver o que ia acontecer. O cinegrafista até falou para encerrar, mas eu não quis. Estava fazendo meu trabalho - afirmou.

- Nada vai me fazer sair desse povão, passar a alegria, a euforia do torcedor. A realidade do torcedor é quando você tá ali, com eles. Acho isso fundamental e a galera me respeita muito por isso. Foram, inclusive, alguns integrantes da Mancha Verde que separaram a situação - emendou.

+ Repórter da ESPN sofre assédio durante cobertura de jogo do Flamengo no Maracanã

Pilhado, que já havia trabalhado em um jogo no Allianz Parque, revelou que o gerente de esportes da Jovem Pan o perguntou se o jornalista gostaria de parar com aquele tipo de cobertura. O jornalista negou e ainda disse que estará no Morumbi, nesta noite, para a cobertura de São Paulo x Atlético-GO, pela Sul-Americana.

- Esse tipo de torcedor é que tem que deixar de ser idiota, de transmitir essa energia ruim. Futebol é pra ser legal. Independente do meu time, que eu não assumo justamente por isso, eu faço meu trabalho. Levo entretenimento e conteúdo para muitas torcidas do Brasil - encerrou Pilhado.