Pezzolano tem julgamento adiado e comandará Cruzeiro contra o Grêmio

Uruguaio se indignou após toque na mão do zagueiro Manoel, do Fluminense - (Foto: Thomas Santos/Staff Images)


O técnico Paulo Pezzolano e o Cruzeiro tiveram julgamentos pela Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) adiados, e o treinador poderá comandar o time contra o Grêmio no próximo domingo, pelo Brasileirão.

A alteração da data dos julgamentos, que originalmente estavam marcados para esta quarta-feira, aconteceu a pedido da defesa, sob alegação de compromissos profissionais. A audiência ocorrerá na próxima quarta-feira.

Pezzolano foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), após ser expulso na partida contra o Fluminense, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

O treinador, que pediu desculpas após a expulsão, pode pegar suspensão de até seis jogos. Pezzolano foi expulso após reclamar de forma ácida com o árbitro da partida após uma não-marcação de um toque de mão do zagueiro Manoel, do Fluminense.

Já o Cruzeiro foi enquadrado no artigo 213 do CBJD por conta de lançamento de objetos no campo da partida. No dia do jogo, o goleiro Fábio foi alvejado pelos arremessos. A multa para o time celeste pode ir de R$ 100 a R$ 100 mil. Se os auditores do STJD considerarem a infração grave, a punição pode ser ainda maior.

No caso, se a infração for considerada de gravidade alta, o Cruzeiro pode, além do pagamento da multa, perder o mando de campo de uma a até dez partidas. Os autores dos arremessos de objetos não foram identificados.