Petição online para que Djokovic jogue Aberto dos EUA chega a 12.000 assinaturas

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Tenista sérvio Novak Djokovic durante a abertura de centro regional de tênis, em Visoko, Bósnia e Herzegovina
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - Quase 12.000 pessoas assinaram uma petição online solicitando que a Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA) trabalhe com o governo do país para permitir que o sérvio Novak Djokovic dispute o Aberto dos EUA, apesar de sua recusa em tomar a vacina contra Covid-19.

Djokovic não poderá participar do último Grand Slam do ano devido às regras de que os viajantes que desejam entrar nos Estados Unidos têm que estar totalmente vacinados e fornecer comprovante de vacinação antes de embarcar.

O tenista 21 vezes campeão de Grand Slam conquistou os títulos do Aberto da Austrália, Aberto da França e Wimbledon em 2021, mas não conseguiu defender seu troféu em Melbourne Park este ano depois de ser deportado da Austrália por causa de seu status de vacinação em janeiro.

"Não há absolutamente nenhuma razão nesta fase da pandemia para não permitir que Djokovic jogue o Aberto dos EUA 2022", disse a petição no change.org, lançada em 21 de junho.

"Governo dos EUA e USTA precisam trabalhar juntos para permitir que ele jogue... faça acontecer, USTA!"

O sérvio, que manteve o título de Wimbledon com uma vitória sobre o australiano Nick Kyrgios no início deste mês, disse em fevereiro que estava preparado para não disputar torneios do Grand Slam se fosse necessário tomar a vacina contra Covid-19.

A chave principal do Aberto dos EUA começa em 29 de agosto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos