'Perdi tudo': Denilson relembra investimento no pagode após polêmica com Belo

Belo e Denilson: a treta que não termina (Fotos: Divulgação Reprodução/Jogo Aberto)


Denilson e Belo travam uma briga na Justiça há anos e, com frequência, o assunto volta à tona. Desta vez, o ex-jogador relembrou do investimento que fez na música, mais especificamente no pagode, quando comprou os direitos do grupo Soweto, que tinha o cantor carioca como vocalista. Sem meias palavras, o hoje comentarista disse que perdeu tudo o que investiu na banda.

+ Treta tem novo episódio: entenda a briga judicial entre Belo e Denilson

- Investi na música e perdi tudo. Pagode? Não, não. Não invista em banda de pagode. Foi o pior investimento. Entendedores entenderão - disse Denilson, em meio a risadas, em entrevista ao "Valor Investe", da Globo.

Denilson diz que investiu no pagode por gostar do estilo musical.

- É a questão do risco, eu corri o risco, não tinha noção. Ali, eu fui muito mais pela paixão pelo segmento, como fã do pagode. Eu pensei naquele momento que queria estar conectado a algo mais próximo da minha realidade do que eu desconheço - comentou o ex-jogador.

O imbróglio entre Denilson e Belo perdura há cerca de vinte anos. O ex-jogador gerenciava a banda de pagode na qual o cantor era líder e vocalista. Os dois, inclusive, eram amigos na época. No ano de 2000, Belo deixou o projeto para viver carreira solo. Por quebra de contrato, o cantor foi condenado a pagar uma indenização para Denilson. A dívida hoje equivale a aproximadamente R$ 5 milhões.