Pelé pede em carta a Putin fim da invasão à Ucrânia

A lenda do futebol mundial Pelé pediu nesta quarta-feira ao presidente russo, Vladimir Putin, que "pare com a invasão" da Ucrânia, em carta publicada em suas redes sociais, antes da partida em Glasgow em que os ucranianos acabaram eliminando a Escócia (2-1) na repescagem rumo à Copa do Catar-2022.

"Eu quero utilizar a partida de hoje como uma oportunidade de fazer um pedido: pare com essa invasão. Não existem argumentos que justifiquem a violência", diz a carta endereçada a Putin que o ex-jogador brasileiro escreveu "pessoalmente", segundo a sua mensagem com a publicação.

"Hoje a Ucrânia tenta esquecer, ao menos por 90 minutos, a tragédia que ainda acontece em seu país. Competir por uma vaga na Copa do Mundo já é uma tarefa difícil. E se torna quase impossível com tantas vidas em jogo", diz Pelé, que tem recebido regularmente um tratamento para um tumor de cólon descoberto em setembro passado.

"O poder de dar um fim a este conflito está nas suas mãos", acrescentou, dirigindo-se ao presidente russo.

A partida classificatória entre Ucrânia e Escócia em Glasgow deveria ter sido disputada originalmente em março, mas foi adiada devido ao conflito, que começou em 24 de fevereiro.

Após a vitória desta quarta-feira os ucranianos vão enfrentar o País de Gales no dia 5 de junho valendo uma vaga no Mundial do Catar, que será disputado de novembro a dezembro deste ano.

'O Rei do futebol', de 81 anos, chamou o conflito de "perverso" e "injustificável", e disse que "não há razão para que ele perdure ainda mais tempo".

O ex-astro tricampeão mundial, acrescenta: "Eu já vivi oito décadas, nas quais testemunhei guerras e vi líderes bradando ódio em nome da segurança do próprio povo. Não podemos regredir a esses tempos. Devemos evoluir".

Pelé também relata na carta um encontro que teve com Putin em 2017: "Quando nos conhecemos no passado e trocamos um grande sorriso acompanhado de um longo aperto de mão, era inimaginável que poderíamos um dia estar tão divididos quanto estamos hoje",

Mais cedo, Pelé havia postado uma foto em que aparece sorrindo com parentes, sentado em uma cadeira de rodas. "Como sempre, celebrando cada pequena vitória", escreveu ele logo abaixo da imagem.

O ex-astro publica com frequência fotos de seu passado em suas redes ou geralmente envia mensagens para atletas, mas é menos comum ele postar fotos atuais de si mesmo, como havia feito pela última vez no dia 22 de abril.

mls/app/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos