Paulo Turra, auxiliar de Felipão, revela como o Athletico conseguiu bloquear o Palmeiras na semifinal

Paulo Turra festeja a vaga do Athletico na final da Libertadores (Foto: José Tramontin/athletico.com.br)


Mesmo com o triunfo do Athletico sobre o Palmeiras, a equipe paranaense somou o problema da expulsão do técnico Luiz Felipe Scolari. Entretanto, Paulo Turra, auxiliar técnico do Furacão, conseguiu manter a vantagem da equipe, em 1 a 0, até o final do jogo. Paulo, na coletiva pós-jogo, revelou como conseguiu frear o ataque palmeirense.


TABELA
> Clique e confira a tabela completa e simulador da Libertadores!


- Nós bloqueamos bem o Palmeiras e a gente também chegou (no ataque). Isso é um mérito muito dos jogadores, que entenderam perfeitamente aquilo que a gente passou para eles. É um trabalho de, hoje, 107 dias. É um trabalho muito importante da nossa área de análise de desempenho, juntamente com o Pracidelli, outro auxiliar do professor. Então é um mérito de toda equipe - declarou Paulo.

O auxiliar técnico ainda rendeu mais sobre o assunto e destacou a utilização de ferramentas para conseguir o êxito nesta semifinal de Libertadores.

- Falando especificamente do jogo de hoje, a gente sabe que o vídeo é muito importante nesse modelo de futebol que hoje existe. E o vídeo, hoje, nos ajudou muito pelo entendimento que foi passado pelos auxiliares e pelo entendimento que os jogadores tiveram. A gente treinou, mas foi um conjunto de situações que aconteceram e, aliada a qualidade dos nossos jogadores, a gente foi feliz hoje - explicou o auxiliar.

Todavia, Paulo Turra amenizou a vantagem e demonstrou foco para o jogo decisivo de volta contra o Palmeiras, que será realizado semana que vem no Allianz Parque.

- Foi a primeira etapa, nós temos a segunda etapa que, com certeza, vai ser mais difícil, em São Paulo, na próxima terça - concluiu o auxiliar de Felipão.