Palmeiras vence Corinthians em Itaquera e se isola ainda mais na ponta do Brasileiro

São Paulo (SP), 13/08/2022 - Futebol / Campeonato Brasileiro - Partida entre Corinthians X Palmeiras válida pela 22° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2022 neste sábado (13) no estádio Neo Química Arena em São Paulo - SP. - Foto: Roberto Zacarias / iShoot (Foto: Roberto Zacarias/iShoot/Folhapress)
São Paulo (SP), 13/08/2022 - Futebol / Campeonato Brasileiro - Partida entre Corinthians X Palmeiras válida pela 22° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2022 neste sábado (13) no estádio Neo Química Arena em São Paulo - SP. - Foto: Roberto Zacarias / iShoot (Foto: Roberto Zacarias/iShoot/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Palmeiras venceu o clássico contra o Corinthians por 1 a 0, neste sábado (13), na Neo Química Arena, com gol contra de Roni, após erro de saída de bola do time alvinegro.

A derrota estica a corda do time alvinegro, que, embora esteja entre os quatro primeiros do campeonato, vem de eliminação na Libertadores para o Flamengo e vê sua torcida ficar impaciente com as performances do time —ainda que tenha proposto o jogo, levado mais perigo ao rival e feito partida aguerrida neste sábado.

Além disso, a equipe do Parque São Jorge perdeu Willian, peça-chave do elenco que rescindiu contrato após lesões e ameaças sofridas por ele, e ainda tem que reverter o placar de 2 a 0 do jogo de ida contra o Atlético-GO, na próxima quarta (17), para se manter vivo na Copa do Brasil.

Nas rodadas seguintes do Brasileiro, o Corinthians pega fora de casa o Fortaleza e depois volta a Itaquera para enfrentar o Red Bull Bragantino.

Já o torcedor palmeirense continua aproveitando a solidez do time no Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras sai do clássico consolidado na ponta do torneio nacional, isolado com 48 pontos e apenas duas derrotas até aqui. O rival alvinegro havia começado a rodada em segundo lugar, com 39 pontos.

Mais intenso no primeiro tempo, o que resultou em cartões amarelos logo no início do jogo, o Corinthians finalizou mais vezes ao gol do rival e se arriscou ao ataque, enquanto o Palmeiras controlava melhor o meio-campo e tentava aproveitar contra-ataques, sem sucesso.

O time alvinegro entrou em campo com Yuri Alberto, Roger Guedes e Gustavo Silva no ataque, complementados pela aproximação de Renato Augusto e Fausto, ambos com chutes perigosos a gol.

Com menos finalizações, mas maior controle do jogo no primeiro tempo, os palmeirenses levaram perigo quando o Corinthians errava na saída de bola.

A equipe de Abel Ferreira começou o segundo tempo com tentativas de infiltração, principalmente com Rony, mas não conseguiu passar pelo goleiro Cássio.

E, de novo no segundo tempo, quem levou mais perigo ao gol adversário foi a equipe alvinegra, com mais finalizações de fora da área e defesas de Weverton.

Mas foi o Palmeiras quem marcou, e em mais um erro de saída de bola do Corinthians. Fagner tentou inverter a bola da lateral direita à esquerda, foi interceptado e criou o contra-ataque que terminou em cruzamento e gol contra do volante Roni.

Com a vitória e a liderança isolada, os palmeirenses podem arrancar ainda mais na ponta da tabela se vencerem os próximos jogos contra o Flamengo, no Allianz Parque, e contra o Fluminense, no Maracanã, equipes que também brigam pelo título.

Na Libertadores, o time alviverde vem de classificação épica diante do Atlético-MG, nos pênaltis e com dois jogadores expulsos durante o tempo regulamentar. Agora, vai disputar a semifinal contra o Athletico, outro classificado em jogo histórico, decidido nos acréscimos contra o Estudiantes (ARG) em La Plata.

CORINTHIANS

Cássio; Rafael Ramos (Fagner), Bruno Méndez, Balbuena e Lucas Piton; Du Queiroz, Fausto (Roni) e Renato Augusto; Gustavo Mosquito (Adson), Róger Guedes e Yuri Alberto. T.: Vítor Pereira

PALMEIRAS

Weverton; Mayke, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga (Wesley); Rony (Gabriel Menino) Dudu (Bruno Tabata) e José López (Rafael Navarro). T.: Abel Ferreira

Estádio: Neo Química Arena, em São Paulo

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Rodrigo Figueiredo Henrique Corraa (RJ)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões Amarelos: Fausto Vera e Róger Guedes (C); José López e Piquerez (P)

Gols: Roni (contra), aos 27min do segundo tempo