Palmeiras trava saída de Rony e bate o pé para a manutenção dos titulares

Rony despertou interesse do futebol do Qatar, mas Palmeiras não quer liberar (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O Palmeiras tem sido um dos melhores times do país e da América do Sul nos últimos anos. Obviamente isso desperta a atenção de outros mercados, principalmente quando o atual elenco parece caminhar para um "fim de ciclo". No entanto, o objetivo é manter o time titular até o término do Brasileirão-2022. Não é diferente para Rony, que recebeu sondagem, mas sua saída agora está descartada.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Caso vença o Brasileirão, o Palmeiras fechará uma era em que ganhou tudo o que foi possível, com exceção da Supercopa do Brasil e do Mundial de Clubes. O sinal é que provavelmente esse grupo passará por uma pequena reformulação, começando pela saída de Scarpa, e a iminente negociação de Danilo. Acontece que isso é assunto apenas para 2023, pois para este ano a ideia é outra.

De olho em conquistar o Brasileiro pela 11ª vez, o clube quer barrar qualquer saída até o final do ano. O desejo já foi explicitado publicamente pela presidente Leila Pereira e na prática ela está fazendo o mesmo. Pelo menos é o que o GE publicou e o LANCE! confirmou sobre a possibilidade de saída de Rony para o exterior.

O atacante recebeu uma sondagem do futebol do Qatar de um clube que estaria disposto a pagar 15 milhões de euros (R$ 77,3 milhões) para tirá-lo do Verdão. Embora as cifras sejam interessantes e a proposta ainda não tenha sido formalizada, a diretoria alviverde já informou aos envolvidos que não está disposta a negociar o camisa 10 neste ano em vista da reta final da disputa do Brasileirão-2022.

Não está descarta uma conversa que negocie a saída somente para 2023. No último domingo, o LANCE! adiantou que Rony e seu estafe não estariam interessados em deixar o clube por enquanto, também com o objetivo de conquistar o Brasileiro. A proposta é boa financeiramente, mas não irrecusável do ponto de vista esportivo. Jogador e clube pensam em convergência nessa questão.

Rony tem contrato com o Palmeiras até dezembro de 2025, o qual ele renovou em 2021. Com Abel Ferreira, ele não só é titular absoluto, como também um dos principais pilares desta era vitoriosa. Uma perda dessa magnitude é considera irreparável, até mesmo se ela acontecer em 2023. Por isso, o clube vai bater o pé pela manutenção.

Em 2022, Rony tem 20 gols e é o artilheiro do Alviverde na temporada, superando Veiga, com 19. Desde 2020 defendendo a camisa palestrina, o atacante tem 150 jogos, 43 tentos anotados, além das seis taças que levantou no período: duas Libertadores, dois Paulistas, uma Copa do Brasil e uma Recopa Sul-Americana.