Palmeiras terá duas semanas cheias para trabalhar e chegar 'inteiro' em novas decisões

Palmeiras terá duas semanas cheias para trabalhar e evitar desgaste de elenco (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O Palmeiras receberá uma das chances que não costuma receber na temporada: duas semanas cheias de trabalho e descanso entre os jogos contra Flamengo e Fluminense, pelo Brasileirão. Com a preocupação em relação ao desgaste do elenco, Abel Ferreira poderá mexer nas peças que tem.

GALERIA

> Os jogadores que retornaram ao Brasil nesta janela
> Veja as chances de título, ida à Liberta e rebaixamento no Brasileiro

Após vencer o Corinthians por 1 a 0 no último sábado, o time alviverde recebeu dois dias de folga, se reapresentando na manhã desta terça-feira para focar todos os olhares no confronto direto contra o Rubro-Negro, vice-colocado na tabela.

A comissão técnica portuguesa mantém um contato constante com o Núcleo de Saúde e Performance do Verdão. Isso se dá pela intenção de minimizar os riscos de lesões, além da tentativa de fazer com que o elenco passe frequentemente sob avaliação física e mental para que todos sigam em um patamar regular e positivo.

Alguns dos menores problemas do Verdão são as lesões, aliás. Atualmente, por exemplo, apenas Jailson está entregue ao departamento médico palmeirense. O volante é desfalque desde abril após romper os ligamentos do joelho direito.

Nos últimos jogos o treinador português optou por fazer algumas trocas interessantes para que a ‘boa forma’ de seus jogadores pudesse ser mantida. Gustavo Scarpa, inclusive, foi poupado do Dérbi e não deve ser dúvida para o duelo do final de semana.

No clássico em questão, inclusive, Abel optou por colocar Mayke no lugar de Marcos Rocha na lateral-direita, além de dar chance para Flaco López na posição de ataque do camisa 14. Ao explicar também as decisões tomadas no segundo tempo da partida, o comandante admitiu que se tratava de algo para ‘refrescar’ o time.

TABELA

> Clique e confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

– O Veiga e o Dudu são jogadores que eu mais temia que se desgastassem rapidamente, fruto do desempenho que tiveram contra o Atlético-MG, de cumprir uma missão tática que normalmente não cumprem e não é função deles – disse Abel.

O atacante Dudu, um dos atletas mais utilizados pelo português na temporada, fazendo 85% dos jogos como titular, afirmou que o período de descanso e trabalho é muito importante para manter o time com uma certa competitividade.

– O jogador quer jogar todo jogo, né? A gente tem que se preparar, hoje em dia não é só dentro de campo. É nos treinamentos, no descanso. Acho que a nossa equipe tem isso em mente. Aqui no Brasil são muitos jogos, é disputado, a gente veio para competir bem contra o Corinthians... Vamos ter dois dias de folga, é descansar para terça-feira voltar e pensar no Flamengo. Vai ser outro jogo muito difícil – alegou.

Com duas semanas livres para se preparar para enfrentar o Flamengo no próximo domingo, às 16h, no Allianz Parque, e o Fluminense no dia 27, às 19h, no Maracanã, o Palmeiras foca em chegar inteiro para as grandes decisões que disputa.

Vale lembrar que essa 'pausa' se dá por conta da eliminação da equipe da Copa do Brasil diante do São Paulo, nas oitavas de final.

Agora resta Abel Ferreira e comissão técnica aproveitarem uma chance de ouro antes de novas maratonas intensas devido ao calendário ‘polêmico’ do futebol brasileiro.

Confira os próximos jogos do Palmeiras:

21/8, às 16h - Flamengo, no Allianz Parque (Brasileirão)
27/8, às 19h - Fluminense, no Maracanã (Brasileirão)
30/8, às 21h30 - Athletico, na Arena da Baixada (ida da semi da Libertadores)
3/9, às 19h - RB Bragantino, no Nabi Abi Chedid (Brasileirão)
6/9, às 21h30 - Athletico, no Allianz Parque (volta da semi da Libertadores)