Palmeiras perde três invencibilidades de uma vez em derrota para o Athletico-PR

Palmeiras perdeu três invencibilidades de uma vez só com derrota em Curitiba (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O Palmeiras sofreu uma dura derrota para o Athletico-PR, na última terça-feira, por 1 a 0, na Arena da Baixada. O resultado faz com que o Verdão saia atrás na semifinal da Libertadores e precise reverter o placar no Allianz Parque. No entanto, em uma tacada só, o time alviverde perdeu três invencibilidades importantes que sustentava.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

A primeira e mais longa delas foi o período sem perder como visitante na competição, que é recorde. A última vez que isso havia acontecido foi em abril de 2019, quando o Palmeiras derrotado pelo San Lorenzo por 1 a 0. De lá para cá foram 20 jogos invicto (14 vitórias e seis empates). Isso sem contar as duas finais disputadas em campo neutro, o que ampliaria o recorde para 22 duelos sem perder.

Na mesma vertente estava a invencibilidade geral na Libertadores que era de 18 partidas sem derrotas pelo torneio sul-americano. O último revés havia acontecido mais de 15 meses, no dia 18 de maio de 2021, contra o Defensa y Justicia-ARG, por 4 a 3, no Allianz Parque. Trata-se do recorde da competição ao lado do Atlético-MG.

Por fim, uma invencibilidade que abrange toda a temporada. Foram 13 duelos do Verdão sem saber o que era perder, até o revés para o Furacão, na última terça-feira. A última derrota palmeirense fazia quase dois meses, quando o algoz foi justamente o Athletico-PR, que venceu no Allianz Parque por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Além dessas invencibilidades, que seriam as principais, o Palmeiras não perdia um jogo de Libertadores no Brasil há 12 partidas (sete vitórias e cinco empates), um recorde na história do clube.

Sem contar que o Alviverde não perdia para equipes do Brasil na competição há oito jogos: vitória contra o Santos (final de 2020), empate e vitória contra o São Paulo (quartas de final de 2021), dois empates com o Atlético-MG (semifinal de 2021), vitória contra o Flamengo (final de 2021) e dois empates com o Atlético-MG (quartas de final de 2022). O último havia sido o Grêmio, nas quartas de 2019.