Palmeiras pede 'medidas drásticas' após mais uma arbitragem polêmica em vitória sobre o Ceará

Anderson Barros falou em nome do clube em novo protesto contra a arbitragem (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)


O Palmeiras venceu o Ceará neste sábado, por 2 a 1, no Castelão, mas saiu de campo revoltado com a arbitragem de Anderson Daronco. Líder do Brasileirão, o clube mostrou preocupação com os erros e se pronunciou por meio de Anderson Barros, diretor de futebol, cobrando medidas drásticas dos órgãos responsáveis.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

Em manifestação após a partida em Fortaleza, o dirigente falou com os jornalistas que estavam presentes na sala de imprensa do estádio e demonstrou a indignação do Verdão neste momento problemático pelo qual passa a arbitragem brasileira. Segundo Barros, não dá mais para aceitar as desculpas dadas por quem cuida desse setor.

- Arbitragem extremamente delicada, complicada, do Anderson Daronco. São situações que estão extremamente corriqueiras no futebol, nós temos um grande produto na mão, e de alguma forma nós estamos conseguindo diminuir o seu valor. O Palmeiras já esteve na CBF, a presidente já esteve na CBF com seu presidente, nós já estivemos com o diretor de arbitragem, Wilson Seneme, e as coisas não mudam. Não tem mais como ter um discurso de que "estamos há pouco tempo", que "estamos tentando mudar", até porque os erros são muito maiores hoje do que um tempo atrás - declarou.

Anderson Barros não parou por aí e elevou o tom do discurso cobrando medidas drásticas da Comissão de Arbitragem e até mesmo do presidente da CBF diante de tantos erros que tem ocorrido contra o Palmeiras nesses últimos tempos.

- Nós tivemos um jogo contra o São Paulo que a CBF, em nome do Wilson Luis Seneme, foi incapaz de nos dizer se houve impedimento ou não. Ninguém tem essa resposta. Não existe isso no futebol de hoje. No jogo contra o Internacional, nós tivemos um problema com a linha do impedimento, em que mais uma vez fomos prejudicados, e hoje nós podemos citar o exemplo da expulsão, quando o árbitro da partida consulta o VAR, quando ele define por um pênalti que não aconteceu, ele não consulta o VAR. Então acho que chegou um momento muito delicado do futebol, ou tomamos uma posição, ou a CBF toma uma posição, ou o presidente da CBF toma uma posição, ou o Wilson Luis Seneme e toda a sua equipe tomam uma posição drástica, ou o futebol vai caminhar para um lugar muito ruim.

O diretor de futebol palmeirense, no entanto, não eximiu os jogadores e os clubes de culpa nesse processo, mas afirmou que o Alviverde não vai aceitar que esses problemas influenciam no campeonato, já que Barros julga que estamos em um momento delicado da competição. Ele ainda prometeu tomar mais medidas.

- As situações que ocorrem no dia a dia, por responsabilidade também de atletas, comissões técnicas, diretorias, presidente, mas hoje a arbitragem se torna um grande problema, que tende a influenciar o futebol brasileiro e a gente não pode aceitar isso, o Palmeiras não vai aceitar isso, mais medidas da nossa parte serão tomadas contra a Comissão de Arbitragem, contra o árbitro do jogo e até mesmo junto à presidência da CBF, porque é a responsável por esse processo e precisa-se tomar decisões, para que a gente não caminhe para um lugar ainda pior do que a gente está neste momento no futebol brasileiro. Não só nos nossos jogos, em outros grandes espetáculos têm acontecido esse problema. O importante é que o Palmeiras registre essa posição hoje, porque está chegando um momento delicado da competição e medidas precisam ser tomadas.

O Palmeiras é o líder do Brasileirão-2022 com 42 pontos e vai terminar a 20ª rodada com no mínimo quatro pontos de vantagem para o segundo colocado. No meio de semana, o clube enfrenta o Atlético-MG, no Mineirão, pela ida das quartas de final da Liberta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos