Palmeiras garante 'título' do primeiro turno do Brasileirão e pode repetir feito de 2016


Com a vitória por 1 a 0 sobre o América-MG, o Palmeiras garantiu a liderança do Brasileirão e o ‘título’ do primeiro turno da competição. Agora, a equipe comandada por Abel Ferreira pode igualar – ainda mais – um feito de 2016.

GALERIA

> ATUAÇÕES: Gol de leite condensado: Scarpa é o nome do Palmeiras
> Veja os vencedores do 1° turno e quais foram os times campeões

Na era dos pontos corridos, implementados em 2003, o Verdão terminou na primeira colocação do turno inicial em somente essas duas oportunidades, sendo que em uma, inclusive, o título acabou para os lados da Barra Funda. Há sete anos, sob o comando de Cuca, o time fechou a 19ª rodada com 36 pontos, um a mais que o Atlético-MG, e dois à frente do Corinthians, justamente seus concorrentes na atual temporada.

Em caso de vitória sobre o Internacional, último desafio do Palmeiras para o encerramento do turno, o clube pode fechar com 39 pontos e superar a equipe de 2016, além de buscar o título para manter uma escrita no torneio.

Palmeiras 2016
Palmeiras 2016

Palmeiras venceu os dois turnos do BR em 2016 (Foto: Divulgação)

Das 19 edições, entre 2003 e 2021, 14 vencedores do primeiro turno levaram a taça no final. Isso só não aconteceu em cinco edições.

TABELA

> Clique e confira a tabela completa e simulador do Brasileirão!

O ano era 2008. O Grêmio liderava, mas perdeu o título para o São Paulo. Já no ano seguinte, o Internacional poderia ter sido o grande campeão se o Fluminense não tivesse acabado com a festa.

Em 2012, novamente o time carioca roubou a taça de outro adversário: o Atlético-MG, que chegou a abrir boa vantagem na liderança. O ano de 2018 poderia ter sido finalizado com louvor pelo São Paulo, mas os comandados de Diego Aguirre viram o próprio Palmeiras ser campeão naquele período.

Praticamente o mesmo aconteceu em 2020, quando dessa vez os discípulos de Fernando Diniz assistiram o Flamengo levantar a taça dentro do Morumbi.

Apesar de vencerem o primeiro turno, o meia Gustavo Scarpa afirmou que os palmeirenses ainda possuem objetivos maiores na temporada e que isso ‘não significa nada’.

- Nada, pior que nada mesmo. Simbolismo puro, que para a gente acaba sendo irrelevante. Temos de melhorar ainda, perdemos alguns pontos bobos. Vamos em busca de mais vitórias - disse o camisa 14.

Contudo, com base nos números e estatísticas citadas, o feito pode se tratar de algo muito maior. Com uma equipe competitiva e histórica, o Palmeiras pode escrever ainda mais capítulos vitoriosos sob o comando de Abel Ferreira, um professor que pretende dar aula em mais um campeonato.