Palmeiras e Cimed fecham patrocínio até o fim de 2024; veja quanto aumenta o faturamento do clube

Leila Pereira, ao lado do CEO da Cimed, anuncia parceria entre as partes (Foto: Rafael Oliva/LANCE!)


O Palmeiras anunciou oficialmente parceria com a Cimed. A empresa farmacêutica agora faz parte do quadro de patrocinadores do Alviverde, principalmente a favor do futebol feminino. A verba total da marca para o futebol brasileiro está na casa dos R$ 20 milhões, porém, segundo apurou o LANCE!, estima-se que o clube de Leila Pereira receba R$ 3 milhões por ano, fora as ativações, que podem chegar aos R$ 300 mil.

> Lembre os últimos jogos da Seleção Brasileira antes de Copas do Mundo

O Verdão recebe, por ano, R$ 81 milhões da Crefisa/FAM pelo patrocínio do clube e a exclusividade na camisa do futebol masculino, além de variáveis que podem chegar a R$ 120 milhões de acordo com o desempenho esportivo. Já a Betfair paga R$ 8 milhões para estampar o uniforme do feminino. No total, somando os valores investidos por estas empresas e os da Cimed, o clube arrecadará cerca de R$ 92 milhões fixos por temporada.

A empresa farmacêutica chega com força para estampar as mangas do uniforme da equipe feminina do clube e, além disso, estará presente também na braçadeira de capitão do time masculino.

O patrocínio direto vale para todas as modalidades esportivas, exceto o futebol masculino, que será contemplado por ações no digital e extracampo. Os carros-maca da equipe, mala dos médicos e garrafinhas, por exemplo, terão o nome da entidade. A Cimed promete estar dentro do Palmeiras especialmente na parte estrutural, oferecendo melhorias ao clube.

> CLIQUE E CONFIRA A TABELA COMPLETA E SIMULADOR DO BRASILEIRÃO!

Vale lembrar que a Cimed já estampou o uniforme principal do Alviverde em duas oportunidades: um jogo do Brasileirão em 2011, contra o Corinthians, e outro em 2014, diante do Athletico-PR.

Ao final do último mês, João Adibe, CEO da Cimed, compartilhou fotos de uma visita à Academia de Futebol, repostadas por Karla Marques, vice-presidente, dando a entender que a empresa iria mesmo alcançar algum patamar no clube. Os dois são palmeirenses declarados e o dono esteve em Montevidéu, no Uruguai, acompanhando a conquista do bicampeonato da Libertadores do Verdão.

Leila Pereira assumiu a posse da presidência palestrina em dezembro de 2021. Desde então, o clube passou a contar com novos patrocinadores, especialmente para o futebol feminino, que também conta com a Betfair e o Cartão de Todos. As empresas dividem espaço na camisa com a Crefisa e a FAM, pertencentes à própria mandatária.