Palmeiras é o maior premiado em Conferência Nacional do Futebol

João Martins foi um dos representantes do Palmeiras na premiação (Foto: Divulgação/Palmeiras)


O Palmeiras foi o maior vencedor do Prêmio Conafut 2022, realizado na noite da última segunda-feira, em São Paulo. Das sete categorias, o Verdão foi finalista em quatro e premiado em três: a comissão técnica foi eleita a melhor da última temporada, o diretor Anderson Barros foi escolhido o melhor executivo de futebol e o diretor de gestão e finanças, Cristiano Koehler, o melhor CEO de 2021.

GALERIA
> Confira os públicos do Palmeiras no Allianz Parque em 2022

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2022 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

No evento, o Alviverde esteve representado pelos auxiliares técnicos João Martins e Carlos Martinho, além de Cristiano Koehler – o clube também concorreu na categoria de melhor departamento de futebol feminino. A eleição é feita a partir de três candidatos indicados pelo Conselho do Conafut, mais júri técnico e business (70% dos especialistas, 20% dos participantes e 10% votação popular).

- Todos nós trabalhamos para preparar os jogadores, para que eles estejam na melhor forma possível para o jogo. Muitas vezes é difícil, os jogadores sofrem muito. É preciso de uma grande estrutura em volta. Nem sempre temos a mesma opinião e temos a figura do Anderson Barros para nos mediar e conciliar. Todos trabalhamos arduamente para ganhar sempre, o Palmeiras nos obriga a isso. Não existe descanso - disse João Martins.

Anderson Barros e a comissão técnica de Abel Ferreira também haviam vencido suas categorias no ano passado, em edição virtual que também teve Cristiano entre os indicados. Realizada desde 2017, a premiação da Conafut (Conferência Nacional do Futebol) busca enaltecer as melhores práticas de gestão, elegendo os profissionais do futebol que mais se destacaram ao longo do ano e evidenciando exemplos de competência.

- Muito feliz pelo reconhecimento. Esse prêmio tem que ser dividido com todos que trabalham no Palmeiras, todas as áreas que lutam no dia a dia para fazer o melhor pelo Palmeiras. Sozinho não ganhamos nada. A cada ano o futebol vem se fortalecendo, é um caminho sem volta. O PIB do futebol é representativo e significativo e tem de ser dirigido de forma profissional - discursou Cristiano Koehler.

Carlos Martinho, que recebeu o prêmio em nome de Anderson Barros, destacou o papel do diretor de futebol no dia a dia do clube.

- Desde o primeiro dia ele ajudou a comissão técnica, esteve sempre conosco e soube nos integrar muito bem. Nem todos de fora sabem a importância que ele tem no Palmeiras. Muitas vezes usamos o lema ‘todos somos um’ e ele é uma das principais pessoas nesse processo, muito dedicado. Sabe ouvir, estar presente e transformar problemas em soluções. Agrega e passa os valores do que é trabalhar em família - finalizou o auxiliar português.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos