Pai de menino vascaíno de cinco anos conta sobre momentos de tensão no Mineirão: 'Isso afeta o psicológico'

Torcedores jogaram copos e cadeiras entre si nas arquibancadas do Mineirão (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


A vitória do Cruzeiro sobre o Vasco ficou marcada, para a maioria dos torcedores, como o dia do acesso cruzeirense garantido para a primeira divisão. Porém, apesar da linda festa feita pelas duas torcidas durante a partida, um episódio lamentável de violência entre as rivais afetou muitas pessoas no Mineirão. Após cadeiras serem arrancadas e copos serem jogados de um lado para o outro, Lucas, pai de Pedro Augusto, de apenas cinco anos, relatou a experiência terrível no primeiro jogo assistido no estádio pelo torcedor mirim.

+ Confira todas as camisas do Brasil em Copas

O Cruzeiro venceu o duelo por 3 a 0 e garantiu vaga na Série A. No início da segunda etapa, Edu marcou o segundo gol para o Cabuloso e uma grande confusão se iniciou nas arquibancadas.

Durante a comemoração, torcedores do Cruzeiro atiraram copos em direção a torcida cruzmaltina. Em troca, vascaínos arrancaram cadeiras das arquibancadas e a confusão cresceu ainda mais.

Os acontecimentos fizeram que as crianças vascaínas fossem retiradas do setor visitante e encaminhadas para a área destinada à imprensa.

Esse foi o caso de Pedro Augusto, de cinco anos, que estava muito feliz por ver seu time de coração, o Vasco, pela primeira vez no estádio. Contudo, após iniciada a confusão, o menino perdeu a vontade de acompanhar o jogo e o que era, até aquele momento, um espetáculo.

- Eu estava com o meu filho, comecei a gritar que estava com meu filho, mas o tumulto estava na parte de saída da arquibancada. E a Polícia estava chegando, eu me assustei, pois geralmente usam spray de pimenta. Foi quando eu vi uma mulher e pedi para colocar meu filho na área de imprensa. A mulher pegou ele, e ele ficou o tempo todo chorando. Perdeu o par de tênis na confusão. Ficou só de meia - contou Lucas, pai da criança.

O torcedor vascaíno também comentou que seu filho falou que nunca mais quer que o pai o leve ao estádio. Ainda em choque, o menino faltou aula no dia seguinte.

- Ele me relatou na volta: "foi a primeira vez, mas te peço para nunca mais ir". Ele me pediu muito para ir, insistiu, eu não queria levar pois sei que sempre tem confusão em estádio, entre Vasco e Cruzeiro. No início ele ficou encantado, na hora da confusão acabou o encanto. Isso afeta o psicológico - lamentou o torcedor.

O Vasco segue em busca do acesso. Com 48 pontos, o Cruzmaltino ocupa a quarta colocação, mas pode ser igualado pelo Londrina nesta sexta-feira. O Tubarão joga às, 21h30, contra a Ponte Preta, em casa.

Caso vença, o time paranaense chega, também a 48 pontos. Porém, possui apenas três gols de saldo, contra sete do Vasco da Gama.

+ AO VIVO E DE GRAÇA: LANCE! está transmitindo ao vivo e de graça jogos da Bundesliga. Confira todas as informações sobre o torneio e transmissão aqui.