Pablo ganha chance em meio a jejum de gols na Chapecoense

Jogador não atua desde 14 de junho (Divulgação/Assessoria de Imprensa)


A resposta para a Chapecoense voltar a balançar as redes na Série B (algo que não acontece há cinco partidas) pode vir de nome que volta a receber uma chance depois de mais de um mês: o lateral-direito/atacante Pablo.

Sem entrar em campo desde 4 de abril, no empate por 1 a 1 com o Ituano, o atleta não vinha sendo relacionado pelo técnico Gilson Kleina, estando pela última vez no plantel na derrota por 1 a 0 para o Sport, sem jogar.

>Veja quem está perto da Copa e quem sonha com vaga

Em 2021, Pablo ficou marcado por ser um atleta polivalente e ajudar tanto no ataque do Guarani (marcando três gols e dando uma assistência) quanto na defesa, como lateral-direito.

O defensor de origem atuou algumas vezes, inclusive, como ponta direita quando foi dirigido na equipe de Campinas pelo técnico Daniel Paulista, sendo seu momento de maior destaque com a camisa do último clube.

Desde a chegada do técnico Gilson Kleina, no fim de março, Pablo viu as oportunidades diminuírem drasticamente antes da chance de retornar aos relacionados. Tendo boas chances, inclusive, de entrar como titular nesta terça-feira (7), diante do CSA, em Maceió, dado o alto número de desfalques.

Além dos oito problemas por conta de lesão (Ronei, Claudinho, Tiepo, Marcelo Santos, Caio Rangel, João Paulo, Vini Guedes, João Cesco), o técnico do Verdão do Oeste não pode contar com Betinho, suspenso, além de ter poupado Rodriguinho e Perotti.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos