Oscar Schmidt diz que decidiu parar quimioterapia em luta contra câncer no cérebro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Astro do Flamengo e da Seleção Brasileira e membro do Hall da Fama do basquete, Oscar Schmidt disse em entrevista ao 'Uol Esportes' que se considera curado do câncer no cérebro e que decidiu parar com as seções de quimioterapia para tratar a doença.

Segundo o ex-astro, seu médico já havia recomendado o fim das sessões que são muito cansativas.

- O doutor já tinha falado há alguns anos que estava pensando em parar. Eu falei: 'Você quer me matar, doutor?'. Mas agora eu mesmo resolvi parar. A quimioterapia que eu fazia era pesada, eu ficava muito cansado. Também fiz um mês de radioterapia. Espero que eu esteja livre agora. Acho que me curei. O importante é achar que curou - disse.

Oscar Schmidt defendia o Corinthians em 1997. Já era considerado uma lenda viva do basquete
Oscar Schmidt defendia o Corinthians em 1997. Já era considerado uma lenda viva do basquete

Oscar se recusou a jogar na NBA para continuar defendendo a seleção brasileira (Foto: ANTONIO SCORZA / AFP)

Oscar é o maior cestinha de todos os tempos da história do basquete, com 49.703 pontos oficialmente computados. Foi campeão nos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis, em 1987, e participou de cinco Jogos Olímpicos pelo Brasil.

A lenda brasileira se recusou a jogar na NBA para poder continuar disputando competições pela seleção nacional, pois na época, atletas da liga norte-americana não eram autorizados a defender seus países.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos