Organizadas do Corinthians voltam a pedir a saída de diretores

Torcida está insatisfeita com a postura da diretoria (Foto: Maurício Lopes)


A Gaviões da Fiel e a Camisa 12, duas das maiores torcidas organizadas do Corinthians, emitiram na manhã desta sexta-feira (10) notas cobrando a profissionalização do Departamento de Futebol e pedindo a saída do diretor de futebol, Roberto de Andrade, e o gerente de futebol, Alessandro Nunes.

+ GALERIA - Relembre 10 momentos marcantes de Jô no Corinthians

Não é a primeira vez nessa temporada que as torcidas organizadas do Timão se mostram insatisfeitas com o trabalho da diretoria. Após a eliminação no Paulistão, e antes do início da fase de grupos da Libertadores, a Gaviões já havia se manifestando, cobrando o elenco e diretores.

Dessa vez, o foco da Gaviões foi novamente em Roberto de Andrade e Alesssandro. Segundo a organizada, que voltou a fazer críticas pela manutenção de Sylvinho após o final da temporada passada e o pouco tempo de trabalho para Vítor Pereira, a diretoria é omissa. Tanto Roberto quanto Alessandro concederão entrevista coletiva no CT Joaquim Grava nesta sexta (10).

Ainda na visão da Gaviões, os recentes casos de indisciplina (Jô no pagode enquanto o time perdia para o Cuiabá) são "evidência da total falta de controle e rigidez da diretoria de futebol".

A Camisa 12, outra torcida organizada do Corinthians, seguiu as críticas ao departamento de futebol, mas também cobrou a saída do meia Luan e treinos abertos para os duelos contra Boca Juniors e Santos, no mata-mata da Libertadores e Copa do Brasil, respectivamente.

A organizada citou a "hombridade" de Jô ao pedir rescisão contratual, e pediu que o camisa 7, que não é relacionado há 13 jogos, faça o mesmo.

A Camisa 12 fez reclamações em relação ao preço dos ingressos em algumas partidas do Timão fora de casa e sugeriu treinos abertos para que "o nosso treinador e atletas entendam de forma definitiva onde estão e o que é o Corinthians".

+ TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

VEJA NA ÍNTEGRA NOTA EMITIDA PELA GAVIÕES DA FIEL

"A diretoria de futebol do Corinthians completou 177 dias sem dar entrevistas coletivas. Não se compreende, porém, o motivo por tanta omissão, já que desde o longínquo 14 de dezembro de 2021 são inúmeros os problemas que o Corinthians atravessou com o elenco.

O ano iniciou com a manutenção do cargo de técnico de Sylvinho. Segundo Roberto de Andrade, a permanência fazia sentido uma vez que o ex-treinador havia nos colocado na Libertadores. Não passou três meses da declaração, o diretor o demitiu em fevereiro, demonstrando toda a falta de compromisso com o planejamento para 2022. Nenhuma explicação em entrevista coletiva.

Contratou Victor Pereira sem dar a chance para o português fazer uma pré-temporada, reconhecer e preparar a equipe para um calendário apertado e quase sem janelas de descanso e treinamento. Deu um elenco montado às pressas em 2021 para um técnico novo em fevereiro de 2022. O quanto isso compromete o desempenho em campo? A Fiel Torcida não merece qualquer tipo de explicação sobre isso?

São consecutivos casos de indisciplina ou atritos entre comissão técnica e jogadores. No mais recente, Jô (esse, um reincidente) foi flagrado num bar enquanto o time perdia do Cuiabá, que até então estava na zona de rebaixamento e com 6 jogos sem vencer. Não foi o único: Robson Bambu e Luan já foram flagrados assim em momentos delicados do time. A postura e a conduta dos jogadores é evidência da total falta de controle e rigidez da diretoria de futebol, que ainda assim não viu motivos para dar qualquer explicação. Assim como os atritos público entre jogadores - Roger Guedes e Luan - e o técnico. Não ocorreu vir a público para dar qualquer tipo de satisfação ou até mesmo administrar o conflito.

Ao que parece, o presidente Duílio blinda a diretoria de futebol ou é tomado de enorme nostalgia dos tempos em que era o diretor de futebol. Afinal, só ele vem a público na função de bombeiro. Até CEO de patrocinador caloteiro já deu vezes de diretor, prometendo mundos e fundos por Luís Suarez e Cavani, mas nada de entrevista de Roberto de Andrade e Alessandro.

É por esses motivos, e tantos outros, que exigimos que o presidente Duílio Monteiro Alves profissionalize o Departamento de Futebol do Corinthians, trazendo pessoas competentes para os cargos de diretor e gerente."

Fora Roberto de Andrade e Alessandro Nunes!
Fora AGORA!


VEJA NA ÍNTEGRA NOTA EMITIDA PELA CAMISA 12

"Nossa Corinthians, dia após dia, vem se tornando uma grande bagunça, sem comando, sem ideias, e o pior de tudo, sem objetivos.

Diante de tal cenário, pedimos que o Luan tenha a mesma hombridade que o Jô e rescinda seu contrato e pare de ser sanguessuga. O Sport Clube Corinthians Paulista não é spa, muito menos casa de recuperação para atletas sem compromisso.

Também queremos a saída dos diretores Roberto de Andrade e Alessandro, afinal já estamos em junho e está evidente que não temos uma gestão minimamente profissional. Perdemos dois meses do ano mantendo p Sylvinho para mandá-lo embora com três rodadas. É nítida a falta de critérios e conhecimento na montagem do elenco. Além de permitir que jogador e treinador venham a público reclamar um sobre o outro.

Exigimos mais respeito. Nos últimos meses fomos a jogos com ingressos fora da realidade do povo brasileiro, com a única intenção de apoiar o Corinthians, que é o nosso papel enquanto torcida, e o que vimos foi um péssimo futebol, quando não vieram resultados vergonhosos.

Londrina R$ 80 - Portuguesa-RJ 1 X 1 Corinthians
Cuiabá R$ 200 - Cuiabá 1 X 0 Corinthians
Boca Juniors R$130 - Boca Juniors 1 X 1 Corinthians

E por mais que os resultados pareçam satisfatórios, sabemos quje vem por aí uma série de jogos difíceis e importantes pela Copa do Brasil e Libertadores, onde não tem espaço para deslizes, e nem falhas.

Por isso, estamos propondo PUBLICAMENTE, que o Corinthians faça um treino aberto às vésperas desses jogos para que o nosso treinador e atletas entendam de forma definitiva onde estão e o que é o Corinthians e, juntos, levarmos o Timão a se superar e vencer nossos adversários."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos