De olho na Copa, Gabriel Jesus brilha no Arsenal e espera nova chance

Por Mauricio Andrade

LONDRES (INGLATERRA) - Gabriel Jesus deu mais uma amostra do grande momento que vive no Campeonato Inglês. O atacante brasileiro marcou o segundo gol da vitória do Arsenal por 3 a 0 sobre o Brentford, fora de casa, responsável por colocar sua equipe na liderança da Premier League.

“Muito feliz pela performance da equipe, encontramos logo nosso gol, já encaixamos outro, mas mais do que isso, jogando bem, dominando… Não é fácil vir aqui jogar contra eles, eles têm mostrado que são uma equipe muito bem compacta, que tem uma boa bola parada. Então, o time jogou muito bem”, avaliou o brasileiro na saída do Gtech Community Stadium, estádio localizado no oeste de Londres.

Com o gol marcado, Gabriel Jesus agora soma quatro em oito jogos nesta temporada, artilheiro isolado da equipe comandada por Mikel Arteta. O bom desempenho, que ainda conta com três assistências, no entanto, não o fez entrar na última lista de Tite, a derradeira antes da convocação final para a Copa do Mundo.

“O que está no meu controle é a minha performance, vou sempre tentar dar meu máximo, finalizar jogadas, hoje tive uma chance que poderia caprichar um pouco mais, eu sei. Estou treinando, tentando fazer o meu melhor. Respeito bastante a decisão do treinador, respeito o Tite, todo o estafe e a comissão [técnica]”, disse quando questionado se ainda estava confiante para estar no Catar.

Gabriel Jesus ainda ressaltou a qualidade do elenco convocado por Tite e diz que espera por uma nova chance. “Sou brasileiro, vou sempre torcer pela seleção. Respeito também os outros jogadores, temos muita qualidade. Como eu disse, vou continuar tentando fazer o meu melhor para ter uma oportunidade novamente.”

Quando perguntado se houve algum contato com a comissão técnica da seleção após ficar de fora da última lista, para os amistosos contra Gana e Tunísia, Gabriel Jesus disse que sim, mas preferiu fazer mistério quanto ao conteúdo da conversa (veja a resposta e reação no vídeo acima).

Para os amistosos, Tite convocou nove atacantes. São eles: Antony (Manchester United), Firmino (Liverpool), Matheus Cunha (Atlético de Madrid), Neymar (PSG), Pedro (Flamengo), Raphinha (Barcelona), Richarlison (Tottenham), Rodrigo (Real Madrid) e Vinicius Jr. (Real Madrid).