O que explica o baixo desempenho de Alex Teixeira pelo Vasco


Desde que retornou ao Vasco, Alex Teixeira não tem apresentado um futebol que correspondesse às expectativas. O meia-atacante chegou ao clube depois de um longo período sem atuar no exterior. A partir da estreia contra a Chapecoense, cinco partidas foram disputadas, quatro como titular e o meia contribuiu com uma assistência.

+ Veja a classificação da Série B

Alex assumiu a titularidade e passou a jogar pelo lado esquerdo. Com isso, Nene permaneceu como o cérebro do time. Mas a parceria ainda não deu liga. Jogando na ponta-esquerda, o camisa 7 não tem rendido o esperado, em razão de não ter tanto vigor para recompor defensivamente devido a idade avançada.

Mapa de Calor - Alex Teixeira
Mapa de Calor - Alex Teixeira

Mapa de calor de Alex Teixeira na Série B (Reprodução/SofaScore)

Na derrota para o Bahia, Emílio Faro mudou o posicionamento do atleta, que jogou mais próximo ao gol. Inclusive, esta função é a preferida pelo meia-atacante. Assim, teve um papel mais participativo e provou que rendeu mais na posição. Junto a isso, o aprimoramento da parte física mostrou que a participação neste setor será fundamental.

Nesta quarta-feira o Vasco encara o Guarani, pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. E só a vitória interessa para o Cruz-Maltino. A equipe vem de uma sequência de cinco derrotas seguidas como visitante. Para espantar a má fase e vencer o Bugre, o Gigante aposta na mística de São Januário.