Novo técnico? Vasco passa de três semanas com Emílio Faro de interino

Emílio Faro tem tido bom aproveitamento à frente do Vasco (Foto: Daniel Ramalho / Vasco)


A questão, agora, é matemática. Maurício Souza foi demitido em 24 de julho, há mais de três semanas, portanto. Desde então, Emílio Faro é o técnico interino do Vasco. Lá se foram mais de três semanas e, até o fim da Série B do Campeonato Brasileiro, faltam 14 rodadas. O provisório vai seguindo.

+ Veja 20 jogadores que atuam na China e caberiam no Brasil

O Cruz-Maltino sondou Odair Hellmann, que seguiu fora do Brasil; Guto Ferreira era nome com experiência e sucesso na competição, mas não chegou a ser contatado. Agora, aceitou a proposta do Coritiba. Embora a nova gestão do futebol do clube se mantenha silenciosa, por ora a tendência é de sequência com Emílio.

O treinador soma duas vitórias, um empate e uma derrota no atual período à frente do Vasco; antes, entre a saída de Zé Ricardo e a chegada de Maurício, foram duas vitórias. Na tabela, o time está oito pontos (mais de duas rodadas) à frente do quinto colocado - primeiro fora do G4.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Em campo, a defesa voltou a ser vazada no último sábado, contra o Tombense, mas o ataque marcou três gols. O setor, normalmente, é econômico: é apenas a terceira vez na competição que marca tal quantidade. Andrey, Marlon Gomes, Eguinaldo e Alex Teixeira são as novidades mais recentes do time.

É com eles que o Cruz-Maltino tenta subir. Com eles e, ao que parece, com Emílio Faro no comando.