Novas caras no Fluminense: conheça os jogadores do sub-23 integrados ao profissional


O elenco profissional do Fluminense se reapresentou nesta quarta-feira, no CT Carlos Castilho, com três novidades. Jovens da equipe sub-23 do Tricolor, João Pedro, Marcos Pedro e Wisney vão passar a treinar com o grupo comandado por Fernando Diniz e ficarão à disposição do treinador.

A promoção do trio foi um pedido da comissão técnica depois da eliminação no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. De acordo com apuração do LANCE!, a integração ao time profissional não será definitiva, mas isso pode mudar com o tempo de trabalho.

Esse convite é normal dentro do Flu e pode se estender a outros jovens do time sub-23 nos próximos dias. Existe também a possibilidade de quem tem idade para o Sub-20 ser aproveitado na categoria inferior, enquanto aqueles que sobrarem seguirem treinando no CT Carlos Castilho até o fim de 2022.

+ Fluminense terá três jogadores do Sub-23 treinando com os profissionais

Abaixo, o LANCE! apresenta o perfil de cada um dos jovens.

MARCOS PEDRO

Marcos Pedro - Fluminense
Marcos Pedro - Fluminense

Marcos Pedro é o caçula do trio (Foto: Mailson Santana/FFC)

Cria de Xerém, Marcos Pedro tem 20 anos e é lateral-esquerdo. Da mesma geração de João Pedro e Marcos Paulo, ele se destaca desde os tempos de sub-20 e se tornou titular do sub-23 nesta temporada. O jovem deu duas assistências em quatro jogos na Copinha 2022 e estreou como profissional em partida do Carioca contra o Boavista.

Com contrato até o fim de 2023, Marcos Pedro chega para o que talvez seja a posição de maior discordância dentro do elenco. Se tiver destaque nos treinos, o jovem disputará vaga com o improvisado Caio Paulista (suspenso contra o Juventude), além de Cristiano e Pineida, que não se firmaram.

- Eu gosto de defender bem para poder atacar bem. Gosto de sair na boa, pra que a gente não corra riscos lá atrás. Primeiro a gente defende pra depois atacar, e saímos na boa pra poder fazer bem a área, pra evitar que tomemos contra ataque ou errar qualquer coisa boba. Acredito que evoluí bastante no ataque também, mas gosto de defender atacando - disse ele em entrevista ao LANCE! em julho.

WISNEY

Wisney
Wisney

Wisney estreou como profissional em 2020 (Foto: Lucas Merçon/FFC)

Aos 23 anos, Wisney também é formado em Xerém e pode atuar como lateral-direito ou volante. Ele chegou a fazer parte do Flu Samorim, projeto na Eslováquia que durou só oito meses em 2018, ao lado de nomes como Evanilson e Igor Julião, por exemplo. Após retornar às Laranjeiras, o ala subiu para o profissional em 2020 e disputou dois jogos com Odair Hellmann.

Após não se firmar no Tricolor, o jovem foi emprestado para Boavista e Bangu nos Cariocas de 2021 e 2022, respectivamente. Nos últimos meses, Wisney vinha sendo o capitão do time de aspirantes do Fluminense. O contrato atual dele termina em dezembro de 2022.

JOÃO PEDRO

Fluminense - João Pedro
Fluminense - João Pedro

João Pedro está emprestado pelo Vila Nova (Foto: Mailson Santana/Fluminense)

Entre os três, João Pedro é o que está há menos tempo no Tricolor: apenas seis meses. O meia de 23 anos foi contratado por empréstimo junto ao Vila Nova-GO para a disputa do Campeonato Brasileiro de Aspirantes e se tornou o camisa 10 da equipe. Em dez partidas, ele marcou dois gols e foi um dos destaques da campanha do Fluminense.

Antes de chegar ao Fluminense, João Pedro teve passagens por outros clubes. Ele é natural de São José do Rio Pardo (SP) e jogou nas categorias de base do Internacional, onde assinou o primeiro contrato profissional com 16 anos. Depois, passou pelo sub-20 do Atlético-MG e subiu para os profissionais no Vila Nova-GO, onde disputou a Série B e a Copa Verde. No primeiro semestre de 2022, o meia ainda jogou a Série A-2 do Paulistão pelo Monte Azul.

O contrato de empréstimo com o Fluminense termina em novembro deste ano, e o jovem tem 2023 indefinido. Boas participações no treino do time profissional podem ser cruciais para uma eventual permanência do jovem.