Zverev vence Nadal com facilidade no ATP Finals

AFP
Alexander Zverev comemora após vencer Rafael Nadal no ATP Finals, em Londres
Alexander Zverev comemora após vencer Rafael Nadal no ATP Finals, em Londres

O alemão Alexander Zverev venceu com autoridade o espanhol Rafael Nadal na estreia do número 1 do tênis mundial no ATP Finals nesta segunda-feira em Londres.

Zverev, número 7 do ranking da ATP e atual campeão do torneio que reúne os oito melhores tenistas da temporada, venceu por 6-2 e 6-4 em uma hora e 24 minutos de jogo.

Na imponente O2 Arena de Londres, Nadal, que voltava às quadras após sua ausência em Paris-Bercy, não teve chance contra Zverev que se mostrou infalível com seu serviço e implacável com um repertório de golpes que beiraram a perfeição.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A partida ficou igualada apenas nos quatro primeiros games, onde os dois jogadores confirmaram seus serviços.

Mas o alemão quebrou o serviço de Nadal no quinto game e emendou seis games seguidos, que fizeram com que fechasse o primeiro set (6-2) e ficasse com uma vantagem no segundo (2-0).

O número 1 lutou e tentou pressionar o adversário, mas Zverev manteve a vantagem fechando o segundo set em 6-4.

Nadal tem agora a obrigação de vencer Tsisipas e Medvedev para tentar avançar às semifinais de um torneio que pode garantir que ele termine a temporada como número 1.

- Tsitsipas vence -

Na outra partida do 'grupo André Agassi', o grego Stefanos Tsitsipas, número 6 do mundo, venceu pela primeira vez em sua carreira o russo Daniil Medvedev (N.4), por 7-6 (7/5) e 6-4.

Tsitsipas, de 21 anos, havia perdido os cinco confrontos contra Medvedev, de 23, uma das grandes revelações da temporada 2019.

Em um duelo de alto nível técnico, em que os break-points foram poucos, Tsitsipas se mostrou mais preciso nos momentos chave, especialmente no 'tie break' que decidiu o primeiro set.

Os dois destros de grande envergadura, 1,93 metros para o grego e 1,98 para o russo, continuaram confirmando seus serviços no segundo set.

Mas depois de três break-points não aproveitados, Tsitsipas acabou acertando um e em seguida finalizou o duelo em seu primeiro match-point.

Leia também