Zlatan Ibrahimović pode ser banido do futebol por três anos, diz site sueco

Antonio Mota
·1 minuto de leitura

O superastro Zlatan Ibrahimović tem passado por momentos complicados dentro e fora de campo. Além de ter sido expulso na vitória do Milan sobre o Parma na Série A e visto em um restaurante em Milão no final de semana – violando o regulamento anti-coronavírus da Itália –, o camisa 11 agora pode sofrer uma pena pesada e ficar longe do futebol por um longo período.

Segundo informações do Jornal “Aftonbladet”, da Suécia – via Marca, da Espanha –, o atacante teria infringido uma regra da FIFA e da UEFA ao ser sócio de uma empresa de apostas: a Bethard.com. A situação violaria o Código de Ética das entidades, uma vez que não é permitido que atletas que disputem torneios profissionais tenham interesses financeiros em empresa da categoria.

Ibrahimović pode ficar três anos longe do futebol. | Jonathan Moscrop/Getty Images
Ibrahimović pode ficar três anos longe do futebol. | Jonathan Moscrop/Getty Images

O veículo informa ainda que a Bethard obteve um lucro de 301 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 200 milhões) em 2019, último ano em que publicou o seu relatório anual. CEO da casa de apostas, Erik Skarp teria confirmado ao jornal que Ibrahimović ainda possui ações da empresa. E isso vai contra os Códigos de Ética da UEFA e da FIFA.

Conforme o Marca, os Regulamentos Éticos da FIFA estabelecem que os atletas que violarem essa regra serão penalizados com uma multa de cerca de 100 mil euros (R$ 679 mil). Além disso, o documento também respalda uma possível suspensão de todas as atividades relacionados ao futebol por um período máximo de três anos.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.