Zinho critica busca de clubes por técnicos estrangeiros: 'Parece que não tem mais treinador brasileiro'

·2 min de leitura


De acordo com a direção do Flamengo, apenas um fato parece nortear a escolha do novo técnico: o futuro treinador do clube não será brasileiro. O mesmo acontece com Internacional e outras equipes do país nas últimas temporadas. Com isso, o ex-jogador Zinho criticou, nesta segunda-feira, o "escanteiamento" dos profissionais brasileiros no mercado nacional.

+ Cariocão, Paulista e mais... Veja a tabela dos estaduais pelo Brasil em 2022

- Parece que não tem mais treinador brasileiro no Brasil. Acabaram os treinadores no Brasil. Tudo é na Europa, em Portugal ou aqui nos países sul-americanos. O Internacional já contratou um cara também fora do país. Parece que não tem mais treinador no país. "Ei, técnicos brasileiros, acordem! Vamos...". Não sei o que está havendo. Acho que temos bons treinadores aqui. O pessoal está indo buscar quem nunca viu e não conhece. Não sabe de nada, mas vai nessa "vibe". É um desabafo meu isso em prol dos treinadores brasileiros - disse ele, no programa "ESNP FC".

Zinho, que falava sobre a pesquisa do Flamengo no mercado durante o desabafo na atração, se refere ao constante olhar dos clubes brasileiros para treinadores estrangeiros. Recentemente, Abel Ferreira, Juan Pablo Vojvoda, Jorge Sampaoli, Eduardo Coudet, Jorge Jesus, Miguel Ángel Ramírez e outros profissionais foram contratados por clubes como Palmeiras, Flamengo, Internacional e Fortaleza, por exemplo. Entre as últimas três finais de Libertadores, Palmeiras e Flamengo venceram com técnicos portugueses.

O sucesso do "gringos" incomodou o campeão da Copa 1994 com a Seleção Brasileira. Contudo, o destino do comando do Flamengo parece ser realmente com um sotaque da terrinha. Paulo Sousa, Jorge Jesus e outros profissionais de Portugal foram especulados. Paulo está perto de ser anunciado como o novo reforço da Gávea.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos