Zetti elogia Alisson, mas não vê goleiro absoluto na Seleção

Na última terça-feira, o ex-goleiro Zetti participou de evento comemorativo sobre o dia destinado aos atletas da sua profissão, comemorado em 26 de abril. Perguntado pela Gazeta Esportiva sobre os candidatos a camisa 1 da Seleção, ele não cravou um nome, mas citou o favorito.

Leia mais:

Preparadores valorizam papel do goleiro no sistema tático dos times

“Eu acho que o Alisson é o grande nome, mas eu não aponto um ou dois possíveis titulares”, analisou Zetti, citando o atual titular da equipe de Tite. O arqueiro da Roma vem atuando desde os meses finais da passagem de Dunga pelo Brasil.

O ex-arqueiro, que hoje comanda uma academia de goleiros, também citou outros jogadores da posição que podem receber chances. “Nós temos aí o Weverton, o Victor, o Diego Alves, que joga no Valencia. São caras que vi jogar e passam segurança”, analisou.

Zetti também lembrou de Cássio, do Corinthians, e acha que o goleiro do Timão pode receber oportunidades se mantiver a regularidade. Além disso, o alvinegro foi comandado por Tite no clube paulista.

“O Cássio depende muito do nível dele nos campeonatos que estiver jogando, isso muda ao longo das competições”, finalizou o ex-goleiro, que teve sua melhor passagem pelo São Paulo, onde venceu as Libertadores de 1992 e 1993.

O técnico Tite, que vem utilizando Alisson como titular, já chamou nomes como Weverton, Ederson, Alex Muralha, Danilo Fernandes e Marcelo Grohe para defender o País. Como o ex-Colorado não é titular absoluto na Roma, sua permanência na Seleção não é definitiva.

*Especial para a Gazeta Esportiva