Zanocelo revela cirurgia e pede tempo para estrear no Santos

·2 minuto de leitura


O Santos apresentou o volante Vinícius Zanocelo na manhã desta sexta-feira. O camisa 25 foi regularizado no BID antes do duelo contra o Cianorte, mas não foi utilizado pelo técnico Fernando Diniz por questões físicas. Zanocelo revelou ter passado por um processo cirúrgico na boca e, por isso, perdeu condição física.

"Eu até vejo muita gente brincando sobre os exames, mas o que acontece é que eu tinha, antes de decidir pelo Santos, outros projetos e iria em julho. Nisso eu ficaria um mês e meio treinando separado então decidi fazer uma cirurgia que eu precisava muito e me incomodava demais. Estava inflamando o meu corpo, tinha dois sisos que estavam muito perto do nervo para tirar e tinha um cisto no céu da boca. Quando veio o projeto do Santos foi no mesmo dia que eu acabei fazendo a cirurgia e eu teria que ficar de 10 a 12 dias sem fazer nada", afirmou o volante.

"Quando decidi pelo Santos estava nesse processo de recuperação ainda, fiquei um bom tempo parado e perdi peso, pois não conseguia me alimentar direito. Foi uma cirurgia bem complicado, a demora de ser anunciado também, mas estou muito feliz. Que bom que deu certo e agora estou me adaptando novamente, entrando nos treinos aos poucos para que daqui a pouco dê o máximo pelo Santos", falou Zanocelo.

O jogador assinou com o Peixe por empréstimo junto à Ferroviária até 31 de maio de 2023, com opção de compra e passe fixado. Quando atuava pela equipe de Araraquara, ele atuou como segundo volante na maioria das vezes.

Durante a coletiva, Zanocelo explicou sua preferência de posição.

"Fiz minha base como meia e há três anos, quando subi para o profissional, comecei a jogar como segundo volante. Sou um jogador que atua bastante no meio-de-campo, um bom passador, um bom finalizador que ajuda a marcar também, o que é muito importante. Gosto de pisar bastante na área e essas são as minhas características", afirmou o atleta.

A chegada do jogador é vista com bons olhos na Vila, já que o Santos perdeu Pituca, vendido ao futebol japonês, Sandry, que rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito, e Jobson, também com rompimento do ligamento cruzado do joelho direito. Carlos Sánchez, outro atleta do setor, busca a melhor forma física para voltar ao time. O uruguaio passou por uma cirurgia no final do ano passado e já treina em campo com os companheiros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos