Zagueiro se desculpa com torcedores em carta publicada em jornal italiano

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Francesco Acerbi foi um dos titulares da Lazio na derrota contra o Milan. Foto: Matteo Ciambelli/vi/DeFodi Images via Getty Images
Francesco Acerbi foi um dos titulares da Lazio na derrota contra o Milan. Foto: Matteo Ciambelli/vi/DeFodi Images via Getty Images

Após os fortes protestos dos torcedores após a derrota contra o Milan, o zagueiro da Lazio Francesco Acerbi, eleito um dos vilões pelo revés, escreveu uma carta se desculpando ao jornal Corriere dello Sport.

"Não posso aceitar inferências sobre minha integridade pessoal e profissional, sobre minha seriedade na defesa das cores da Lazio. Gostaria de virar a página juntos, pelo menos para terminar a temporada da melhor maneira possível. Sinto um sentimento de solidão que humanamente me dói", desabafou.

Leia também:

"Sinto um sentimento de solidão que me dói humanamente. Com isso não quero apontar o dedo a ninguém: é o meu sentimento pessoal que certamente não me pode deixar indiferente, dentro e fora do gramado", segue.

Francesco Acerbi escreve para os torcedores da Lazio após o erro no gol de Tonali na derrota por 2 a 1 para o Milan e a polêmica que surgiu na web por ter sido flagrado dando um sorriso após o gol sofrido e a discussão com o companheiro de equipe Marusic.

O zagueiro escolheu as colunas do Corriere dello Sport para contar sobre seu estado de espírito: "O jogo com o Milan - explica - foi para todos um misturador de emoções e frustrações e assim, após uma reação inicial ditada pelo instinto. Resolvi tirar 48 horas para refletir e encontrar as palavras certas para compartilhar meus pensamentos e sentimentos, de coração aberto”, explicou.

Acerbi tem 169 jogos com a camisa da Lazio, desde que chegou ao clube da capital italiana em 2018 e já foi capitão do time em algumas ocasiões. " Depois da partida contra o Milan li e ouvi insinuações absurdas que não posso e não quero aceitar - acrescenta - e o simples fato de estar aqui para defender minha integridade e meu profissionalismo me machuca profundamente. Muitas vezes também erramos, somos seres humanos, é certo lembrar sempre disso", seguiu.

O defensor já havia se desculpado através de sua conta no Instagram, logo após a partida, principalmente por conta da risada após o gol sofrido também explicou que é "uma pessoa séria e um jogador leal".

"Não esqueço cada momento destes anos na Lazio, em que representei uma referência e recebi estima, carinho e apoio, chegando a usar com orgulho a braçadeira de capitão. Não há crítica ou objeção que possa anular tudo o que recebi nos últimos anos”.

A carta se encerra com um pedido de apoio para a sequência da temporada que está próxima do fim.

"Gostaria que todos juntos pudéssemos virar a página, pelo menos para terminar a temporada da melhor maneira possível, com dignidade e respeito mútuo”, finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos