Zagueiro do PSV, Luís Felipe fala sobre adaptação no clube holandês

LANCE!
·2 minuto de leitura


Zagueiro do PSV, da Holanda, desde fevereiro, o brasileiro Luís Felipe encarou alguns desafios quando chegou ao país. Com apenas 19 anos, o defensor passou pelo mesmo que muitos brasileiros quando deixam seu país: morou em casa uma família local. Já adaptado, o jovem agora pegou a chave de seu apartamento e foi até destaque no canal oficial do clube.

+ Veja a tabela da Liga dos Campeões


- É um dia especial. Vou pegar a chave do meu apartamento, onde vai ser meu cantinho agora. Estou muito feliz com isso. Faz sete meses que moro com eles, me receberam muito bem aqui, está sendo difícil deixar eles, mas isso faz parte. Eles são muito alegres, me acostumei a chegar do treino, conversar e jantar com eles. Essa vai ser a parte mais difícil - disse Luís Felipe, que participou até de uma confraternização de Natal com a família holandesa.

Apesar da pandemia, que fez com que as atividades parassem por alguns meses, Luís Felipe agradou e já teve boa sequência no clube de Eindhoven. Ele fez um jogo pelo time principal e 15 pelo Jong PSV, que atua na segunda divisão do país.

+ Haaland, Neymar, Lewandowski… listamos 20 nomes que têm tudo para serem os craques da década

Com muitos brasileiros de destaque em sua história, como Ronaldo e Romário, Luís Felipe não teve tantos problemas para se adaptar à Holanda. Além do mais, outro brasileiro ajudou o zagueiro: o atacante Mauro Júnior.

- Meu melhor amigo na Holanda é o Mauro Júnior. Ele conversa em português comigo, ajuda em todas as coisas. É um irmão mais velho pra mim aqui no PSV. O PSV gosta muito de brasileiro. Eu gosto muito do PSV e juntos somos mais fortes. Eu quero evoluir aqui como profissional. Ganhar títulos e quem sabe seguir o caminho de Romário e Ronaldo, que foram para o Barcelona. Mas antes pretendo deixar meu legado aqui - concluiu.