Zagueiro Pablo Mari desfalca time italiano por 2 meses após ser esfaqueado em supermercado

Pablo Mari em jogo do Arsenal contra o Leicester City

Por Giulio Piovaccari

MILÃO (Reuters) - O jogador de futebol do Campeonato Italiano Pablo Mari ficará pelo menos dois meses fora dos gramados após uma operação nesta sexta-feira devido a facada que tomou em um ataque em supermercado que deixou um homem morto.

O hospital Niguarda de Milão informou que sua equipe de trauma reconstruiu dois músculos nas costas do zagueiro espanhol de 29 anos emprestado ao Monza pelo Arsenal, clube da Premier League.

"Esse tipo de lesão muscular geralmente requer dois meses de descanso antes que se possa retomar as atividades físicas", disse, acrescentando que a cirurgia correu bem.

"Tive sorte, porque vi uma pessoa morrer na minha frente", afirmou Mari à Sky News após o ataque.

Nesta sexta-feira, ele disse que ele e sua família estavam "bem", apesar do que passaram no dia anterior.

"Queremos agradecer todas as mensagens de apoio e carinho que estamos recebendo", disse ele no Twitter.

A polícia italiana informou na quinta-feira que um homem de 46 anos com problemas de saúde mental foi detido após o ataque em um supermercado e estava sob guarda em uma ala psiquiátrica.

O agressor utilizou uma faca de cozinha à venda no supermercado da cidade de Assago. Um cidadão boliviano de 47 anos que trabalhava no supermercado morreu, enquanto outro funcionário e quatro clientes ficaram feridos.