Zagueiro Miranda se despede do futebol aos 38 anos

*ARQUIVO* Moscou, , Russia, 26-06-2018:  Copa Russia 2018.Zagueiro Miranda, que sera o capitao do Brasil no jogo contra a Servia,  durante entrevista coletiva no estadio Spartak, em Moscou (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* Moscou, , Russia, 26-06-2018: Copa Russia 2018.Zagueiro Miranda, que sera o capitao do Brasil no jogo contra a Servia, durante entrevista coletiva no estadio Spartak, em Moscou (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Miranda anunciou nesta quarta-feira (11) sua aposentadoria do futebol. O zagueiro utilizou seus perfis nas redes sociais para divulgar que está pendurando as chuteiras, aos 38 anos, satisfeito com o que entregou vestindo as camisas de Coritiba, Sochaux (FRA), São Paulo, Atlético de Madrid (ESP), Internazionale (ITA) e Jiangsu Suning (CHN).

Em um vídeo no qual exibe os uniformes desses times, o jogador explica que "o momento chegou". O paranaense, que disputou 58 partidas pela seleção brasileira -foi titular na Copa do Mundo de 2018 e conquistou os títulos da Copa das Confederações de 2009 e o da Copa América de 2019-, procurou demonstrar gratidão.

"Se o futebol fosse uma pessoa, depois de tudo o que vivi, diria que foi emocionante, que a gente viveu uma coisa inexplicável, mas chegou o momento de ser o João Miranda. Como um seguidor do futebol, vou continuar apaixonado, mas de uma forma diferente, como torcedor", afirmou o agora ex-atleta.

Miranda agradeceu a torcida de cada time que defendeu. "Em especial do Coritiba, onde comecei", disse o ex-beque, tricampeão brasileiro pelo São Paulo e campeão espanhol pelo Atlético. Ele encerrou a carreira em uma segunda passagem pelo São Paulo, conquistando o título paulista de 2021.

"No meu retorno, consegui cumprir minha promessa de fazer o clube campeão de novo", afirmou o recém-aposentado. "Não mudaria nem uma vírgula, porque tudo o que fiz, tudo o que conquistei, foi de maneira honrosa, de maneira digna. Hoje posso parar com a cabeça tranquila, colocar a cabeça no travesseiro, aquele super-herói ficou para a história."