Zagueiro Marllon move ação contra o Corinthians e cobra R$ 6,1 milhões do clube na Justiça do Trabalho

·3 min de leitura


Após deixar o Corinthians no início de março, quando rescindiu o seu contrato com o clube e se transferiu ao Cuiabá, o zagueiro Marllon está processando o clube na Justiça Trabalhista, na qual cobra R$ 6,1 milhões, quantia referente a alegados valores devidos de direitos de imagem, de integração da imagem ao salário, de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e multas. A informação, dada inicialmente pelo GE, foi confirmada pelo LANCE!, que teve acesso ao processo que corre na 9ª Vara da Justiça do Trabalho de São Paulo.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja até quando vai o contrato de cada jogador do Corinthians

E o julgamento desta ação, que foi movida pelo atleta na última terça-feira, teve a sua primeira audiência marcada para o dia 10 de maio do próximo ano, às 14h15, e ocorrerá por meio de uma videoconferência. O caso vai ser julgado pela juíza do Trabalho Maria Cristina Pereira Castilho.

O valor total cobrado por Marllon no processo, que também contabiliza R$ 612.862,36 de honorários advocatícios de sucumbência, é de R$ 6.128.623,63. Do total desta quantia, R$ 2.539.145,62 são referentes a 11 meses de salários de 2020, que também incluem integração dos direitos de imagem.

No montante da ação ainda estão incluídos R$ 734.359,26 alegadamente devidos por três meses de salário de 2021, em soma que também levou em conta o pagamento de direitos de imagem previstos em seus vencimentos.

Para completar, o processo movido por Marllon tem os seguintes valores abaixo supostamente devidos pelo Corinthians, que foram discriminados da seguinte forma: 13º salário de 2020 (R$ 211.595,46); férias + 1/3 de 2020 (R$ 282.126,58); 13º salário de 2021 (R$ 61.196,60); férias + 1/3 de 2021 (R$ 81.595,26); FGTS no período (R$ 400.295,81); multa pelo artigo 477 da CLT (R$ 244.786,42) e multa pelo artigo 467 da CLT (R$ 1.573.525,62).

Contratado pelo Alvinegro em fevereiro de 2018, Marllon fez parte do elenco campeão paulista em 2019, ano em que foi emprestado ao Bahia. Em março de 2020, o jogador foi para o Cruzeiro, também por empréstimo, mas acabou retornando em outubro à equipe paulista após o Corinthians solicitar o seu retorno para poder preencher o espaço aberto por Danilo Avelar, que então sofreu uma grave lesão e desfalcou o setor defensivo do Timão.

Entretanto, Marllon só continuou na equipe paulista até março passado, quando rompeu o vínculo contratual que tinha com o clube, que iria até o fim desta temporada, e foi para o Cuiabá, time defendido por ele atualmente.

Aos 29 anos de idade, o zagueiro foi revelado pelo Flamengo e iniciou a sua carreira profissional pelo Rubro-Negro, no qual atuou entre 2011 e 2013, sendo que depois disso foi emprestado para vários times de menor expressão antes de acumular passagens por clubes como Atlético-GO e Ponte Preta, na qual se destacou antes de ser contratado pelo Corinthians em 2018. Ao total, ele disputou apenas 34 partidas pelo Alvinegro, sendo 24 como titular.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos