Zagueiro espera “pegada mais forte” em duelos da Sul-Americana

O Corinthians se prepara para a estreia na Copa Sul-Americana, na próxima quarta-feira, diante da Universidad de Chile, em Itaquera. Para o duelo, que faz parte da série de mata-matas dos quais o clube vai participar em abril, o elenco corintiano está preparado para um estilo de jogo diferente daquele visto no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil.

“A gente sabe que jogo de Sul-Americana tem essa diferença, essa pegada mais forte. É um jogo diferente em todos os termos”, analisou o zagueiro Pablo, em coletiva concedida nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava.

O Timão não disputa a segunda principal competição continental desde 2007, quando caiu para o Botafogo, com duas derrotas. Porém, a equipe vem participando com frequência da Libertadores nos últimos anos, o que dá certa experiência ao elenco para este tipo de torneio.

Sobre o rival desta quarta, Pablo admitiu que os jogadores do Alvinegro ainda não conhecem muito sobre as características da equipe. “Por enquanto não sabemos muito, sabemos que vai ser pegado, com muita entrega. Vai ser difícil, Sul-Americana tem esse estilo, ainda mais fora de casa, mas a gente não sabe muito ainda não”, relatou.

O Corinthians iniciou a preparação para o duelo nesta segunda-feira, e a tendência é de que Carille tenha time quase completo para o duelo contra os chilenos. Entre os atletas que atuaram no último fim de semana, a ausência será Fagner, suspenso pela Conmebol. Por outro lado, Pedrinho e Rodriguinho devem voltar a ser opção.