Zago explica ausência de Nico e avalia vitória sobre o São José

Treinador colorado apostou em Valdívia e optou manter gringo no banco de reservas 

O Internacional encontrou dificuldades para vencer o São José neste domingo. A equipe do técnico Antônio Carlos Zago fez 2 a 1, mas sofreu no segundo tempo e por pouco não levou o empate, em jogo disputado em Novo Hamburgo. Apesar da queda de rendimento na etapa complementar, Zago elogiou a postura de sua equipe, que assegurou o seu primeiro triunfo fora de casa do Gaúcho.

- Fizemos o melhor tempo de todos os jogos, tranquilo, girando a bola, sabendo agredir o adversário na hora certa. Criamos várias oportunidades de gol. O São José não chegou a nosso gol. Até os 15 do segundo tempo, estávamos bem. Voltamos com a mesma concentração. Depois do segundo gol, achamos que poderíamos encontrar o terceiro de qualquer maneira. Não foi assim. Nos desorganizamos. A equipe do São José Criou duas ou três oportunidades. Nossa equipe só foi se encontrar no finalzinho do jogo – avaliou o treinador

Zago, que optou por deixar Nico Lópes no banco de reservas, ouviu vaias da torcida colorada e teve de justificar a escolha por apostar em Valdívia e nas entradas de Andrigo e Ferrareis ao invés do uruguaio. O gringo ficou fora até do aquecimento, no intervalo, ao lado dos demais reservas.

– O Valdívia já há duas semanas vinha treinando muito bem. Achei que merecia uma oportunidade. Fez tudo aquilo que eu pedi para fazer. Até cansar. Eu não vi (Nico fora do aquecimento). A preocupação era com o vestiário. Eu não posso dizer, porque não vi. Fizemos uma substituição forçada, o Eduardo no Charles. Depois, coloquei o Ferrareis no tripé por dentro, adiantei o D'Ale para dar mais consistência no meio-campo - disse Zago, complementando:

- A entrada do Andrigo foi para abrir dois jogadores. São jogadores que ajudam mais na marcação. O Nico não é de beirada. Não corre atrás do adversário. Ele joga mais por dentro – concluiu o treinador.

O próximo compromisso do Internacional do Gaúcho será na quarta-feira, dia 29, às 21h45 (de Brasília), diante do Cruzeiro-RS, pela 11ª rodada do Estadual.









E MAIS: