Zago espera evolução antes de pegar o Corinthians na Copa do Brasil

O começo de temporada não vem sendo fácil para o Internacional. Se preparando para disputar a segunda divisão do Campeonato Brasileiro pela primeira vez, a equipe ainda não engatou no Gaúcho, tendo duas vitórias, quatro empates e duas derrotas, mas segue bem na Primeira Liga e na Copa do Brasil. No torneio nacional, o próximo desafio da equipe colorada será uma pedreira: o Corinthians. Ressaltando a rivalidade entre os times, o técnico Antônio Carlos Zago espera poder contar com todos os seus jogadores para os dois jogos frente ao alvinegro paulista.

“Os jogos são dia 12 e 19 (de abril). A gente espera que a equipe evolua jogo a jogo para chegar nesse jogo com todos à disposição para que jogar talvez um dos jogos mais importantes contra uma equipe grande. O mais importante é contra o Grêmio, mas com toda a rivalidade que se formou nos últimos anos, esse contra o Corinthians pode ser o mais importante do ano”, afirmou Zago na coletiva após o jogo contra o São Paulo-RS deste sábado.

Longe da série A, a Copa do Brasil é a única oportunidade do Internacional de enfrentar os rivais da elite do futebol brasileiro e também almejar uma vaga na Libertadores. Para isso, o técnico segue trabalhando para criar uma equipe consistente.

“É uma equipe em formação ainda, até por isso não é o ideal para a Série B. Devagar a gente vai dando uma cara nova. Já são dois meses trabalhando. Não temos tanto tempo para treinar, mas temos que trabalhar em cima dessas dificuldades”, acrescentou o treinador, que no jogo deste sábado venceu o São Paulo-RS por 1 a 0, mas não convenceu seu torcedor.

Apesar de dominar o primeiro tempo, o Inter não conseguiu criar uma boa vantagem e passou sufoco nos instantes finais. O goleiro Danilo Fernandes, com dois milagres na reta final, foi eleito o melhor em campo. “Talvez a gente termine na oitava colocação dependendo dos jogos de amanhã e segunda, então era importante conseguir a vitória”, pontuou.

“Fizemos um bom primeiro tempo, a equipe do São Paulo não chutou a gol, só numa falta na intermediaria. No segundo, antes deles criarem oportunidades tivemos duas jogadas que podíamos ter ampliado. Quanto ao meio campo, nós vemos buscando alternativas com aquilo que temos no elenco”, analisou o ex-zagueiro, que ainda sofre para ter um bom setor de armação.

Antes do jogo contra o Corinthians, o Inter ainda tem as últimas partidas válidas pelo Gauchão. A equipe encara o Ypiranga e o São José, fora de casa, e termina a competição contra o Cruzeiro-RS, ainda sem um local definido, uma vez que a equipe foi punida por brigas de torcida e perdeu seu mando de campo. O clube ainda entrará com uma liminar de suspensão em busca de recuperar a possibilidade de atuar no Beira Rio.