Zagallo: relembre a trajetória do vitorioso “Velho Lobo”

Yahoo Esportes
Mario Jorge Lobo Zagallo em evento em 2011 (Action Images / Marcos Michael Livepic)
Mario Jorge Lobo Zagallo em evento em 2011 (Action Images / Marcos Michael Livepic)

Nascido em 1931 na cidade alagoana de Atalaia, Mário Jorge Lobo Zagallo está eternizado não apenas pelo folclore associando sua trajetória ao número 13, mas também pelas conquistas como jogador e técnico. O “Velho Lobo” é o único tetracampeão da Copa do Mundo de futebol do planeta.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Como jogador foi a duas Copas do Mundo vencidas pelo Brasil, em 1958 e 1962, e entrou no time titular às vésperas da competição nas duas ocasiões. Em ambas, substituiu o então contundido Pepe. Começou a carreira no América-RJ e brilhou no Flamengo tricampeão carioca 1953-54-55 e no Botafogo bicampeão estadual em 1961-62, entre outros títulos.

Leia também

Treinador multicampeão

A carreira vitoriosa dentro de campo seguiu repleta de conquistas também como técnico. Após pendurar as chuteiras atuando pelo Botafogo em 1966, logo assumiu o cargo de treinador de uma das categorias de base do clube. No ano seguinte, já na equipe principal do alvinegro, foi campeão carioca de 1967, seu primeiro título na nova função. Em 1968, veio o bicampeonato estadual e o título da Taça Brasil.

Após a saída de João Saldanha do comando da Seleção Brasileira, Zagallo foi chamado para assumir a equipe nacional que disputou e venceu a Copa do Mundo de 1970, fazendo dele o primeiro campeão mundial como jogador e treinador.

A boa fase seguiu após voltar ao futebol de clubes, vencendo o campeonato carioca de 1971 pelo Fluminense e de 1972 pelo Flamengo (título que repetiria 29 anos depois, em 2001). Também pelo Flamengo, venceu campeonatos nacionais de curta duração: o Torneio do Povo em 1972 e a Copa dos Campeões em 2001.

Os outros clubes treinados por Zagallo foram Vasco da Gama, Bangu e Portuguesa, no Brasil, e o Al-Hilal, da Arábia Saudita, pelo qual ganhou o campeonato nacional em 1979.

Desbravador do Oriente Médio

Zagallo foi um dos primeiros treinadores brasileiros atraídos pelos “petrodólares” do Oriente Médio, assim como Rubens Minelli, por exemplo. Treinou a seleção do Kuwait entre 1976 e 1978 e o já citado Al-Hilal.

Entre saídas e retornos ao Brasil, treinou outras duas seleções do Oriente Médio na década de 1980: a da Arábia Saudita, pela qual venceu a Copa da Ásia de 1984, e a dos Emirados Árabes Unidos, que classificou-se para a única Copa do Mundo de sua história (1990, na Itália) sob o comando de Zagallo.

Zagallo e Seleção Brasileira: feitos um para o outro

Duas vezes campeão mundial pela Seleção Brasileiro como jogador e uma como técnico, Zagallo também comandou a equipe nacional no quarto lugar da Copa de 1974, na Alemanha. Voltou como coordenador técnico em 1991 e, três anos depois, venceu a Copa do Mundo de 1994, nos EUA. Assim, tornou-se único a vencer quatro Copas do Mundo, em três funções diferentes.

Após a Copa de 1994, retornou ao cargo de treinador da Seleção Brasileira, conquistando a Copa América e a das Confederações em 1997 e o vice da Copa do Mundo de 1998, na França. Foi novamente coordenador técnico de 2003 a 2006, repetindo a dobradinha de títulos da Copa América (2004) e das Confederações (2005) e disputando a Copa do Mundo em 2006 na Alemanha, sua sétima participação pelo Brasil.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter |Flipboard |Facebook |Spotify |iTunes |Playerhunter

Leia também