Zé Roberto elogia Léia após despedida de líbero da Seleção

Web Vôlei
LANCE!
Léia não jogará a Olimpíada (FIVB/Divulgação)
Léia não jogará a Olimpíada (FIVB/Divulgação)


A líbero Léia, do Itambé/Minas, confirmou nesta terça-feira, em entrevista ao Jornal O Tempo, que encerrou a trajetória pela Seleção Brasileira e não disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio.

Em contato com o Web Vôlei, no início da tarde desta terça-feira, o técnico José Roberto Guimarães, da Seleção Brasileira feminina e do São Paulo/Barueri, fez questão de elogiar a líbero.

- Ela já tinha decidido parar e tivemos dificuldade neste início de 2019. A Suelen estava machucada, a Natinha tinha sido recém-convocada... Eu pedi para a Léia tentar nos ajudar. Ela se propôs, mas desde o início estava acertado que seria apenas neste ano. É uma pena, pois ela foi muito bem, nos ajudou, foi incrível. Léia foi uma jogadora excepcional, com atitude, foi guerreira, ajudou o time inteiro. Ela foi nota mil - disse Zé Roberto, que completou:

- Só tenho a agradecer por tudo o que ela fez durante todo esse tempo na Seleção. A minha gratidão será eterna.

Sem Léia, o Brasil deverá ter como líbero titular em 2020 Camila Brait, do Osasco/Audax, que esteve na última Copa do Mundo, no Japão. Além dela, Suelen (Dentil/Praia Clube) e Natinha (Sesc) foram as demais líberos inscritas nas competições oficiais da Seleção em 2019.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também