Zé Ricardo vibra com 'equilíbrio' e já mira Católica: 'Time que não desiste'

O bom momento do ataque do Flamengo é motivo de muito orgulho para o técnico Zé Ricardo. Ele fez elogios aos seus comandados após a goleada de 5 a 1 sobre a Portuguesa, neste sábado, no Estádio Raulino de Oliveira, na estreia de ambas as equipes na Taça Rio.

- Sobre o ataque, é consequência de você fazer um bom trabalho. Fico feliz porque ainda estamos no início de temporada. A tendência é fazer uma equipe ainda mais competitiva ofensivamente e também defensivamente. O equilíbrio é o que marca. Agora, vamos descansar e pensar no Católica - lembrou o treinador, referindo-se ao jogo contra o time chileno, na quarta-feira, pela Libertadores da América.

Autor de três gols na partida, Leandro Damião foi reverenciado pelo treinador do Flamengo. Zé Ricardo o classificou como 'oportunista'.

- Damião é um grande atacante, estava disponível há algum tempo, mas não estava fisicamente 100%. Achamos importante trazer hoje. É oportunista, conhece a grande área. Estou feliz pela volta dele - comentou o técnico, que também não poupou congratulações ao zagueiro Juan.

- Espetacular. Ele é um zagueiro de técnica rara. Poderia até jogar mais do que joga. Mas, às vezes, temos um atropelamento de datas que é difícil para um atleta de 37 anos. Sem cobrança física como é hoje, ele com certeza é um zagueiro como poucos aqui no Brasil - ponderou.

Com a cabeça no jogo da próxima quarta-feira, contra a Universidad Católica, pela Libertadores, Zé Ricardo mostrou muito conhecimento sobre o adversário.

- Sem dúvida vai ser um jogo dificílimo, é uma equipe muito comprometida, não desiste em nenhum momento, mostrou isso contra o Atlético-PR. Foram buscar o resultado. Temos que entrar com atenção máxima lá. Santiago Silva (centroavante) é uma referência muito grande, não podemos dar espaço. Temos que trabalhar para conseguir fazer um jogo com concentração, comprometimento e também intensidade. O Flamengo não vai fugir das suas características, mas vai tomar precauções por enfrentar um adversário fora de casa. Vamos ter que sofrer muito para buscar os três pontos - afirmou.












E MAIS: