Zé Ricardo vê passo 'importantíssimo' com 'alma e característica rubro-negra'

Paulo Victor Reis

O técnico Zé Ricardo teve papel decisivo na vitória do Flamengo sobre a Universidad Católica, por 3 a 1, nesta quarta-feira. Ele fez substituições que mudaram o panorama da partida a favor do Rubro-Negro. Na entrevista coletiva após o jogo, o treinador lembrou que o Fla ficou perto da classificação para as oitavas de final da Libertadores, já que depende apenas de um empate na última rodada, com o San Lorenzo (ARG).

- Sem dúvida, foi um passo importantíssimo. Infelizmente, a classificação ainda não veio. Ficamos felizes pela entrega do grupo, num jogo com dificuldade muito grande. A equipe vem disputando muitas partidas em sequência. A Católica tem quatro jogadores na frente que são extremamente perigosos. Nosso grupo demonstrou poder de superação. Sair daqui com três pontos e próximo de classificar é um sentimento muito gostoso, mas ainda temos uma partida dificílima na Argentina - lembrou o treinador, referindo-se ao duelo contra o San Lorenzo, na última rodada do Grupo 4.

Humilde, Zé Ricardo evitou falar da sua importância na vitória. Ele explicou as alterações, com quatro laterais na equipe.

- Na verdade, Renê e Trauco não é novidade, Rodinei também. Ele já tinha feito essa dobradinha com o Pará. O que queríamos era utilizar a característica do atleta. Eu esperava nem utilizar os dois (Renê e Trauco), mas acabei utilizando os dois. Éverton fez um jogo no seu limite, aguentou até onde deu. Miguel (Trauco) pode jogar próximo ao Guerrero pela parceria que ele tem o Guerrero. Quando penso que a minha admiração com eles (jogadores) chegou no limite, ela aumenta. Nossa preparação física está de parabéns. A vitória tem um valor muito grande para todos nós. Foi uma noite com alma e característica rubro-negra - comentou o técnico do Flamengo.

Zé Ricardo acredita que o Flamengo ainda tem muito a evoluir nesta temporada, apesar do bom momento, próximo do título do Campeonato Carioca e também das oitavas de final da Libertadores.

- Se observarmos, estamos no mês cinco, ainda temos muito a crescer. No aspecto da confiança só vamos evoluindo. Chegar até aqui foi por merecimento, sabíamos que encontraríamos partidas nesse nível de dificuldade, o grupo nos deixa muito orgulhoso. Estamos sempre prontos a melhorar. Isso significa melhorar nossa performance. Ainda temos a evoluir - ponderou.









E MAIS: