Zé Ricardo explica opção por Edimar no segundo tempo no empate do Vasco: 'Falta de construção'

Zé Ricardo está na segunda passagem pelo Vasco (Foto: Daniel Ramalho/Vasco)


No empate em 1 a 1 entre Tombense e Vasco, o técnico Zé Ricardo promoveu a entrada de Edimar no lugar do Riquelme no intervalo. O treinador achou a substituição necessária, uma vez que a equipe estava tendo dificuldades para criar no primeiro setor, já que o jovem de 19 é muito ofensivo.

- Nós percebemos que, com o Riquelme, que é um jogador muito ofensivo, não estávamos conseguindo construir lá de trás, e essa falta de construção no primeiro setor trazia dificuldades. Estávamos rifando muito a bola, deixando a bola dividia, o bloco baixo da Tombense facilitava a cobertura dos zagueiros e do goleiro, então entendemos que precisávamos transpor aquela fase de construção, e ajeitamos um pouco mais - declarou o técnico que, na sequência ponderou que o time melhorou a organização pelo lado esquerdo com a alteração:

- O ritmo, a consistência do jogo ficou um pouco melhor e não demos mais tantos contra-ataques para a equipe adversária, e conseguimos nos organizar. Se tivéssemos tido um pouquinho mais de paciência para girar, trocar o corredor, talvez a gente encontrasse mais espaço do que achamos.

Com o resultado, o Vasco perdeu a chance de entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro e pode ser ultrapassado pelo Náutico ou pelo Guarani, que se enfrentam às 21h30 desta segunda-feira.

O Vasco volta a campo contra o CSA no sábado, em São Januário, às 19h, pela sexta rodada do Brasileirão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos