Zé Ricardo e Carlos Brazil serão apresentados nesta quarta e buscam marcar uma nova fase no Vasco

·3 min de leitura
Zé Ricardo e Carlos Brazil estão à frente da montagem do elenco do Vasco para a temporada 2022 (Montagem Lance!)


Restam menos de dez dias para o fim de 2021, um ano que o torcedor vascaíno quer esquecer. Com erros em profusão, dentro e fora de campo, o Vasco não conseguiu o acesso e terá um novo capítulo na segunda divisão em 2022. Em meio à reformulação do elenco, o técnico Zé Ricardo e o gerente Carlos Brazil serão apresentados nesta quarta, às 11h, e buscam uma nova fase no clube para voltarem à elite do futebol brasileiro.

Para carimbar o acesso e ter um réveillon de 2022 mais tranquilo, o Cruz-Malino precisa ser certeiro nas contratações e formar um elenco mais consistente e equilibrado. Para isso, os profissionais têm se comunicado desde que foram anunciados. Zé Ricardo teve que resolver pendências no Catar, mas chegou ao Rio de Janeiro na última segunda.

+ Confira a classificação final da Série B do Campeonato Brasileiro

Ambos procuram encontrar soluções adequadas dentro das limitações financeiras do clube para fortalecer o elenco. Depois da saída de dez jogadores, os espaços deixados necessitam ser preenchidos, mas com cautela, análise de mercado e atletas que conheçam bem o que é disputar a Série B. Uma competição mais intensa na questão física e que terá outros campeões nacionais como Cruzeiro, Grêmio, Guarani, Sport e Bahia.

Com quatro reforços anunciados, o clube mapeia o mercado e procura soluções para todas as posições. Paralelo a isso, dez jogadores deixaram o elenco e outros tendem a seguir o mesmo caminho. O experiente Leandro Castan não deve permanecer e Ricardo Graça está bem próximo de oficializar sua saída para o Júbilo Iwata, do Japão.

Na lista de saídas, Zeca, Walber, Ernando, Michel, Romulo, Andrey, Marquinhos Gabriel, Morato, Léo Jabá e Gérman Cano já saíram do clube. Diante dos números, segunda pior defesa da Série B (52 gols sofridos), os primeiros reforços focaram em dois aspectos importantes: o sistema defensivo e a experiência na principal competição do time na temporada.

+ Primeiros reforços evidenciam mudanças nos perfis escolhidos pela direção do Vasco para 2022

Com isso, Thiago Rodrigues, Edimar, Yuri e Luís Cangá fazem parte do setor defensivo, que tirou o soo do vascaíno ao longo da Série B. Yuri não faz parte propriamente da defesa, mas é um meio-campista combativo e foi o maior roubador de bolas da Série B. Anderson Conceição tende a ser o quinto reforço, já que rescindiu com o Cuiabá e deve assinar nos próximos dias.

Na frente, o grande sonho fica por conta de um velho conhecido: Diego Souza. A proposta já foi feita, mas a negociação tende a avançar apenas quando o jogador voltar das férias, dos Estados Unidos. A tendência é que um pacotão de reforços ainda seja anunciado até a estreia no Campeonato Carioca para já formar um grupo e se prepara para a segundona - o clube analisa os nomes com responsabilidade.

+ Vasco contrata duas empresas para elaborar o projeto da SAF com o aval dos Conselhos do clube

Um projeto mais sólido, que procura jogadores que tiveram rodagem em 2021 e conheçam bem a competição. Na defesa, a fragilidade na marcação também foi observado e os reforços até então anunciados são fortes fisicamente e apresentam qualidades neste fundamento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos