Zé Ricardo cobra muito em treino para aproveitar semana livre

O elenco do Flamengo voltou aos trabalhos na manhã desta terça-feira depois de uma segunda-feira de descanso. No gramado do Ninho do Urubu, os jogadores iniciaram a preparação para o clássico contra o Vasco no próximo sábado, às 18h30(de Brasília), pelas semifinais da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Disposto a aproveitar a semana livre, fato raro no atual calendário do futebol brasileiro, o técnico Zé Ricardo pegou pesado com os atletas, exigindo bastante.

Na atividade, os atacantes eram obrigados a marcar em uma trave tão logo conseguissem marcar um gol na outra trave. O meia Ederson, que vem lutando contra uma série de lesões, esteve na atividade, mas ainda não tem previsão de retorno aos gramados.

“Vamos marcar, correndo, fechando espaços. Vamos, vamos. Em cima”, gritava Zé Ricardo.

O volante Rômulo e o meia argentino Federico Mancuello trabalharam de maneira diferente e também não definiram quando vão poder voltar a jogar, pois sofreram, pequenas lesões. Alguns outros atletas, como o meia Diego, ficaram reforçando a musculatura boa parte do tempo.

“É importante aproveitar essa semana livre para treinar e trabalhar aquilo que não vem dando certo. O Flamengo tem jogos importantes pela frente e precisamos chegar bem neles”, afirmou o zagueiro Rafael Vaz, que apareceu na atividade com o cabelo batido, cortado fininho, deixando de lado a cabeleira.

Para o jogo contra o Vasco, o Flamengo não poderá contar com o lateral-direito Pará, que foi expulso no empate por 1 a 1 com o Fluminense no domingo passado, no Espírito Santo. Assim, a tendência é que Rodinei seja escolhido para o setor. Alguns titulares poderão ser preservados, uma vez que na quarta-feira da próxima semana o time carioca recebe o Atlético-PR pela Copa Libertadores.

Nesta quarta-feira o elenco do Flamengo volta a treinar na parte da manhã, quando Zé Ricardo poderá iniciar um esboço do time que vai a campo. A atividade, porém, deverá ser a maior parte do tempo fechada para a imprensa.