Xiaomi trabalha em máscara contra coronavírus que se desinfeta sozinha

Yahoo Finanças
Project Aeri. Foto: Divulgação / Huami / Xiaomi
Project Aeri. Foto: Divulgação / Huami / Xiaomi

Famosa por smartphones de baixo custo, a Xiaomi anunciou nesta semana o lançamento de uma máscara para proteger o usuário de contaminação por coronavírus. O diferencial do dispositivo é um sistema auto-desinfetante que realiza a limpeza dos filtros quando a máscara não está sendo utilizada.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Ainda em estágio de protótipo, o chamado Project Aeri é desenvolvido pela Huami, empresa subsidiária da Xiaomi com foco em dispositivos vestíveis, como o relógio inteligente Amazfit. Além do sistema de limpeza automática, a máscara possui um visor transparente para facilitar a interação.

Leia também

A máscara será equipada com filtros N95 - usados em equipamentos de proteção individual (EPIs) hospitalares - substituíveis, instalados ao lado de um ventilador que impede que o visor fique embaçado. A transparência, segundo a Xiaomi, também facilita na hora de desbloquear o celular com a face, por exemplo.

Quando não estiver em uso, a máscara emite uma luz ultravioleta para realizar a desinfecção automática. Há ainda no projeto um sensor AQI (Air Quality Index, ou Índice de Qualidade do Ar, em português), que informa em tempo real sobre a qualidade do ar, umidade, frequência respiratória e expiração do filtro.

Tudo isso será abastecido por uma bateria interna recarregável por meio de um cabo USB, semelhante a um smartphone comum.

Como o projeto ainda está em fases iniciais de desenvolvimento, a Xiaomi não informou quando o Project Aeri deverá de materializar em uma máscara disponível para compra e venda no mercado.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também