Xavi tem multa irrisória para deixar Al Sadd e comandar o Barcelona

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Xavi, atualmente técnico do Al Sadd, pode chegar ao Barcelona praticamente sem custos, segundo o "As". Apesar de possuir um contrato com a equipe do Qatar até 2023, o ídolo culé tem uma cláusula em seu acordo para o pagamento de um valor irrisório caso o clube catalão o chame para liderar um novo projeto.

Internamente, o nome do ex-meia é tratado como um dos favoritos para assumir o comando do Barcelona após a saída de Ronald Koeman, que tem contrato até 2022. E o baixo investimento para contar com o novo treinador é um fator atraente visto que os blaugranas vivem uma crise econômica profunda.

> Veja a tabela da La Liga

Xavi já recusou uma proposta do clube catalao em janeiro de 2020, quando a entidade era presidida por Josep Maria Bartomeu. Na época, o mandatário então optou pela chegada de Quique Setién. Mas após o fracasso do espanhol, os culés optaram pela contratação do holandês, que está em sua segunda temporada.

No entanto, a vida de Ronald Koeman não está nada fácil. Os resultados ruins e os maus desempenhos aumentam a pressão dentro do Barcelona. E Xavi é visto como um nome que tem o DNA blaugrana, mas o comandante vive uma ótima fase no Qatar com o Al Sadd liderando a Q-League após três rodadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos