Xavi se retrata após não citar vítima em caso Daniel Alves: 'Não fui contundente'

Daniel Alves foi companheiro de Xavi no Barcelona (Foto: Pau BARRENA / AFP)


O técnico Xavi Hernández, do Barcelona, se retratou após ter "ignorado" a vítima ao comentar sobre o caso Daniel Alves. O ex-jogador do Barça foi detido na Espanha após as denúncias de estupro e agressão sexual. O treinador afirmou que não foi "contundente" em entrevista coletiva após a vitória de sua equipe por 1 a 0 sobre o Getafe neste domingo, pela La Liga.

- O que eu disse foi mal interpretado ou eu não fui contundente como deveria ter sido, mas é importante que eu me explique. É um tema escabroso e delicado, ontem eu ignorei a vítima, mas quero deixar claro que é preciso condenar qualquer ato de violência de gênero ou estupro, tenha sido feito por Daniel Alves ou qualquer outro - declarou Xavi.

Companheiro de Daniel Alves entre 2008 e 2015, Xavi também comandou o brasileiro como treinador, na última passagem do jogador pelo Barcelona, na temporada passada. O comentário de Xavi foi alvo de críticas por ter dado mais atenção ao ex-companheiro do que a vítima em si.